Saiba mais sobre a DigitanOcean: Adeus Amazon (AWS)… Olá DigitalOcean!

Archive for setembro, 2011

Exemplo prático de como criar tabela com chaves estrangeiras no PostgreSQL

O PostgreSQL, assim como cada banco, tem suas particularidades. O conceito de criação de tabelas é basicamente o mesmo de banco pra banco, mas às vezes a sintaxe muda. Nesse artigo vou mostrar um pequeno exemplo prático de como criar duas tabelas, onde uma referencia a outra por meio de uma chave estrangeira (foreign key). Se você está procurando uma documentação mais completa, pode encontrar aqui e aqui. E vamos ao exemplo:

A primeira tabela a ser criada é uma tabela de estados. Ela possui uma chave primária (ds_sigla_estado):

CREATE TABLE tb_estado (
 ds_sigla_estado char(2) NOT NULL,
 ds_nome_estado character varying(100) NOT NULL,
 CONSTRAINT tb_estado_pkey PRIMARY KEY (ds_sigla_estado)
)

A segunda tabela é tb_município, que possui uma chave primária (id_municipio) e faz referência (chave estrangeira) ao campo ds_sigla_estado em tb_estado.

CREATE TABLE tb_municipio (
 id_municipio serial NOT NULL,
 ds_municipio character varying(100) NOT NULL,
 ds_sigla_estado char(2) NOT NULL references tb_estado(ds_sigla_estado),
 CONSTRAINT tb_municipio_pkey PRIMARY KEY (id_municipio)
)

Entendeu? Se não, utilize os comentários e tire suas dúvidas ou então leia mais sobre o assunto aqui e aqui.


Viagem internacional: levar dinheiro ou cartão?

Há dois anos atrás fiz uma viagem para a Argentina. E tive o seguinte dilema: como vou levar o dinheiro?

Muita gente falava que era melhor sacar o dinheiro lá mesmo, em caixas eletrônicos de bancos locais. Mas como eu não sabia direito como funcionava, fiquei receoso de chegar lá, não conseguir sacar o dinheiro, e ter sérios problemas. Então acabei levando boa parte em dinheiro mesmo (reais).

Para trocar dinheiro na moeda local, em muitos países, é necessário levar em dólares. Então você perde duas vezes: primeiro quando troca de reais para dólares, e depois quando troca de dólares para a moeda local, já que você paga uma taxa toda vez que faz a troca na casa de câmbio.

No caso da Argentina não é necessário fazer a troca para dólares. A imensa maioria das casas de câmbio possuem o real entre suas moedas disponíveis. E em Buenos Aires você pode fazer a troca em dezenas de casas de câmbio. Faça uma pesquisa e compre na mais barata.

Mas e se você não quizer levar muito dinheiro? Quais as opções?

Cartão de Débito Internacional

O cartão de débito internacional, na minha opinião, é a melhor opção. Primeiro porque você não precisa sair em busca de casas de câmbio, e nem perder tanto dinheiro em taxas. Você pode usar o cartão para pagar compras em supermercados, hotéis, albergues, restaurantes etc. Se você precisar de dinheiro vivo, existem vários caixas eletrônicos disponíveis. Isso tudo com a segurança de não precisar ficar andando com centenas de reais (em moeda local) no bolso.

Cada banco tem suas caracterísitcas, limites e taxas. O meu banco é o Itaú (uso a iConta, sem taxa de manutenção). Você tem que ligar para o banco para desbloquear o débito internacional. E deve fazer o quanto antes (no mínimo um dia antes da viagem).

O Itaú cobra R$9 (nove reais) por cada saque. Você pode sacar diariamente R$1200 e fazer compras (débito) de até R$2300 por dia ou R$3500 por semana.

A taxa de câmbio cobrada será a vigorada no dia, e você deve ligar para o banco (Setor de Câmbio) e se informar sobre os valores cobrados.

Em cada saque ou compra é cobrado o IOF. Alguns bancos já estão utilizando o novo valor, de 6,38%. O IOF é a principal desvantagem em relação a levar dinheiro vivo para fazer a troca no país de destino ou levar cartão de débito.

Você deverá checar todas as informações citadas acima com seu banco. Também pode solicitar uma lista de caixas eletrônicos disponíveis. Os clientes Itaú podem sacar nos caixas eletrônicos argentinos disponíveis aqui: https://w3.banelco.com.ar.

Cartão de Crédito Internacional

O cartão de crédito internacional também é uma boa opção, mas ao meu ver, deverá ser utilizada apenas em emergências.

Primeiro porque geralmente as taxas são mais altas. No caso do meu cartão (Santander Free), se eu quizer fazer um saque, pago R$15 e só posso sacar 10% do meu limite. Ou seja, se o limite for de R$2000, você só pode sacar R$200 até pagar a fatura. Não dá pra nada.

Como no cartão de débito, também se paga a IOF. A taxa de câmbio utilizada é a do dia do fechamento da fatura, então você pode ter surpresas agradáveis ou desagradáveis.

O Santander também não me informou um lugar onde posso consultar endereços de caixas eletrônicos. Mas qualquer caixa eletrônico com a bandeira Maestro, no caso dos cartões MasterCard, poderá ser utilizado.

Também no caso do Santander, só é possível sacar se o cartão for com CHIP. Você pode solicitar o seu diretamente com o banco. As regras de cada banco são parecidas, mas você deve checar essas informações diretamente com o seu banco.

Lembre-se que as taxas de câmbio utilizadas não são necessariamente as mesmas que são anunciadas na televisão. Pode haver diferenças.

Também tem o problema dos cartões de crédito vinculados a contas correntes. Muitas pessoas têm problemas porque, quando vão tentar sacar utilizando o cartão, o débito é feito no cartão de crédito, e não na conta corrente. Os saques de cartão de crédito geralmente têm tarifas mais altas que os de cartão de débito (conta corrente).

Se você não possui um cartão de crédito internacional, quer ter outro, ou quer um desvinculado da sua conta corrente, clique aqui.

Informação adicionada em 30/09/2011: Liguei para o Banco do Brasil para consultar taxas relacionadas ao Cartão Saraiva Visa Internacional, que é emitido pelo Banco do Brasil. O banco cobra uma taxa de R$6,50 para saques nacionais ou internacionais. Além disso, cobra 17,85% de juros ao mês quando você faz o saque. Ou seja, se você fizer um saque de R$100 no dia 1º e a fatura é fechada no dia 30, você pagará R$124.35 na sua fatura. O banco também limita saques a 20% do limite do cartão.

Onder guardar documentos, dinheiro e cartões?

Muita gente comete o grave erro de colocar documentos importantes e dinheiro na mochila/mala. Se a bagagem for roubada, já era!

Use a seguinte regra: tudo que for importante (passaporte, cartão de crédito, a maior parte do dinheiro) deve estar grudado a você. Você pode comprar uma carteira de viagem (ou doleira) que é como uma pochete bem fininha, que você coloca por debaixo da roupa. Também é interessante não colocar todo o seu dinheiro no mesmo lugar.

Só tome cuidado para não deixar saberem que você está com essa pochete. Quando for tirar alguma coisa dela, vá em um lugar reservado como um banheiro. Deixe um pouco de dinheiro na carteira para que a doleira não se torne um inconveniente. No DealExtreme vende uma doleira bem baratinha. Mas você também pode comprar em Aeroportos (um pouco mais caro).

Seguindo essas dicas você vai chegar mais preparado ao país onde decidiu passar suas férias!


AllPosters vende e não entrega

Recentemente fiz uma compra no site AllPosters.com.br, que se auto-intitula "A maior loja de pôsteres e impressão do mundo".

No processo de compra, o site te dá a garantia de que, caso a encomenda não chegue, poderá escolher entre ser reembolsado ou pedir para que a empresa envie o produto novamente. Isso é bastante comum entre lojas dos Estados Unidos e Europa.

O fato é que fiz minha encomenda há 45 dias, e nada chegou em minha casa até agora. O prazo informado pelo site era de 20 dias úteis. Tentei por várias vezes entrar em contato com a empresa por e-mail, e só sou "atendido" por mensagens automáticas.

Até entenderia a questão da greve dos carteiros ter atrapalhado. Mas na minha cidade (Aracaju) não está tendo greve, e segundo os próprios Correios, os pedidos daqui não sofrerão atraso. Mesmo que esse fosse o problema, eu deveria ter sido atendido e não simplesmente ignorado.

Sabendo disso, recomendo que pense duas vezes antes de comprar no AllPosters.com.br.

Informação adicionada em 27/12/2012:

Trocando em miúdos a informação adicionada pelos usuários nos comentários e minha própria experiência: compre no AllPosters se você não tiver pressa. Aparentemente, os pedidos sempre chegam, mas houve casos de demorar mais de três meses.


Método split() não funciona no Java ME?

Estava tentando utilizar o método split(), que separa uma String em trechos determinados e joga em um Array (Vetor).

Pesquisei um pouco e encontrei alguém em um site falando que o método não existia na MIDP, e precisava ser implementado manualmente. Não sei se é exatamente isso, mas funcionou.

Caso você também precise, aqui está o código:

	private String[] split(String original) {
		Vector nodes = new Vector();
		String separator = ";";

		// Parse nodes into vector
		int index = original.indexOf(separator);

		while(index>=0) {
			nodes.addElement( original.substring(0, index) );
			original = original.substring(index+separator.length());
			index = original.indexOf(separator);
		}

		// Get the last node
		nodes.addElement( original );

		// Create splitted string array
		String[] result = new String[ nodes.size() ];
		if( nodes.size()>0 ) {
			for(int loop=0; loop<nodes.size(); loop++) {
				result[loop] = (String)nodes.elementAt(loop);
				System.out.println(result[loop]);
			}

		}

		return result;
	} 


Onde são salvos os arquivos RMS, do Java ME, quando utilizo o emulador?

Estou começando a estudar Java ME (Java Mobile Enviroment), que é utilizado para programação para dispositivos móveis (celulares, smartphones, tablets etc.). Apesar de atualmente ser mais fácil se programar diretamente para Android ou iPhone, estudar Java ME te ajuda a dar uma base melhor.

Então eis o meu problema: O Java ME utiliza um sistema chamado RMS para armazenar dados da aplicação. Funciona como um banco de dados rudimentar.

Só que quando estava testando os primeiros exemplos, não conseguia encontrar onde esse arquivo de banco de dados era salvo. Procurei um pouco e consegui encontrar. Se você passar (ou está passando) pelo mesmo problema, isso vai te ajudar.

Se vocẽ instalou o Wireless Toolkit no caminho C:\WTK2.5.1\, por exemplo, existe uma pasta chamada appdb. Dentro dela tem outra pasta com o nome do seu device. Nome caso: DefaultColorPhone.

Lá dentro ficarão os arquivos gerados por seus programas, com a extensão db.

Simples assim. 🙂


Como inserir toques e alarmes personalizados (mp3) no Android 2.1

O Android 2.1 vem com uma série de toques para o telefone, de notificação (mensagem etc.) e alarmes, mas pode ser que você queira colocar uma música ou qualquer outro toque personalizado no seu smartphone. Mas como?

É bem simples:

Plugue seu celular no computador através do cabo USB e entre na pasta media.

Dentro desta pasta tem três outras pastas:

  1. ringtones: toques do celular
  2. notifications: toques de mensagem, notificações etc.
  3. alarms: toques para alarme

Quando você adicionar arquivos mp3 nessas pastas, eles passam a fazer parte da lista de toques do sistema (em configurações / som e tela).

Caso as pastas não existam, você mesmo pode criar. Se os toques não aparecerem de imediado, reinicie o celular (ou desligue e ligue novamente),


Cartão Saraiva Visa Internacional com Anuidade Grátis para Sempre!

Poucas horas atrás fiz um post sobre o Cartão Submarino Mastercard com Anuidade Grátis para Sempre! e agora, totalmente por acaso, descobri que a Saraiva.com.br tem um melhor ainda: Cartão Saraiva Visa Internacional com Anuidade Grátis para Sempre! O cartão do Submarino não é internacional.

Para fazer o cartão, basta acessar: http://www.livrariasaraiva.com.br/cartaosaraiva.

Se você quer uma conta corrente Itaú sem taxa de manutenção, clique aqui e saiba mais sobre a iConta Itaú. Tenho minha há vários meses e não tenho do que reclamar.

Agora vou parar de falar de cartão de crédito antes que eu vire consultor financeiro… 😛

Saraiva Visa Internacional

Informação adicionada em 28/09/2011: Meu cartão chegou ontem. Vinte dias depois que pedi. 🙂

Informação adicionada em 26/06/2012: Tem também o Cartão Petrobrás Visa Internacional com Anuidade Grátis, bem parecido com o Saraiva: http://bit.ly/LcTsFr


Cartão Submarino Mastercard com Anuidade Grátis para Sempre!

Atenção! Essa oferta é antiga e não é mais válida! Você pode se inscrever nessa: Cartão Saraiva Visa Internacional com Anuidade Grátis para Sempre!

De tempos em tempos a Submarino liberava esse cartão com Anuidade Grátis para sempre. Mas já tinha um tempo que não liberava, e agora está disponível novamente!

Além de não pagar anuidade, você ganha léguas (pontos) no submarino toda vez que comprar. E pode resgatar esses pontos no Submarino, Submarino Viagens e Ingresso.com. Na primeira compra de R$199 você já ganha 15000 léguas!

Para não pagar a anuidade, basta colocar o código promocional OFERTORAMA no fim do cadastro. A renda mínima é de R$350,00. Aproveite! Ofertas como essas não aparecem toda hora! Cadastre-se aqui. É por tempo limitado!

Veja também: Cartão Saraiva Visa Internacional com Anuidade Grátis para Sempre! e iConta – Conta Corrente Itaú gratuita com pacote de serviços ilimitados




 


8 animais que gritam como pessoas

Achei esses vídeos – bizarríssimos, por sinal – e resolvi compartilhar aqui. Os animais realmente parecem gritar como pessoas. Bizarro. 😛

Urso

 

Cabra

 

Sapo

 

Foca

 

Cachorro

 

Galo (Death Metal)

 

Filhote de Cachorro chamando por "Elmo"

 

Coelho

Fonte: The Enthusiast


Diga não à exploração de Petróleo em Abrolhos – Lar das Baleias Jubarte

Para a falta de respostas, a repressão. Essa foi a escolha da petroleira OGX, de Eike Batista, diante do protesto pacífico realizado ontem.

Vestidos de baleias, os ativistas do Greenpeace se acorrentaram na entrada do edifício da empresa, no centro do Rio. O objetivo era obter um posicionamento definitivo dos executivos sobre a retirada de suas operações na região de Abrolhos.
 

 
Mas a empresa não tinha respostas. Às pressas, divulgou um comunicado vago, que mostrou desconhecimento científico sobre o impacto que um vazamento pode causar sobre todo o banco dos Abrolhos.
 
Decididos a resistir, a empresa optou por fechar os ativistas dentro do edifício. As pessoas de fora, inclusive a imprensa, ficaram sem acesso a eles por nove horas. Uma lona preta cobriu os vidros do saguão para impossibilitar o registro de imagens desde o lado fora. Alimentos e água foram impedidos de entrar. A luz foi cortada e todos ficaram no escuro.
 
Foram momentos tensos, de muita exaustão física e pressão psicológica, que terminou apenas pela repressão policial. Às 19h20, em uma cena cinematográfica, o Batalhão de Choque da Polícia Militar cercou a área e invadiu o edifício, cortando as correntes e arrastando os ativistas para o camburão. Até integrantes da imprensa chegaram a ser levados para a delegacia.
 
Se por um lado, ainda não conseguimos que a OGX deixasse Abrolhos, por outro nossa mensagem correu o mundo. Não vamos desistir, mas sabemos que nossa pressão é apenas um pequeno passo para atingir este objetivo. O posicionamento público é fundamental para fazer as empresas tomarem uma atitude responsável.
 
Desta cruzada, você também pode participar. Assine nossa petição e poste sua mensagem de indignação no facebook e twitter e mostre a Eike Batista e às outras nove empresas que exploram petróleo em Abrolhos que esta riqueza natural deve ser preservada.
 
Leandra Gonçalves
Coordenadora de campanhas
Greenpeace 

 


  • Publicidade

  • Redes Sociais

    Facebook  Twitter
  • Projetos Paralelos

  • Estatísticas

    Page Views (desde março de 2010):

    Estatísticas detalhadas
  • Novidades por e-mail!

    Digite seu e-mail:


    Fique tranquilo. Seu e-mail não será usado para outros fins, e você poderá se descadastrar quando quizer.

    Eu!

    Tiago Passos
    Todo o conteúdo desse site esta licenciado sob a licença Creative Commons 3.0 (CC BY 3.0). Você pode copiar e modificar o conteúdo desde que cite o autor.
    iDream theme by Templates Next | Powered by WordPress