Servidor dedicado (VM) por US$5 ao mês!
Saiba mais sobre a DigitanOcean: Adeus Amazon (AWS)... Olá DigitalOcean!

Faça uma recarga de celular e ganhe R$10 de volta!

Tag: java

Quais são as linguagens de programação mais utilizadas?

Às vezes bate a dúvida: o que estão usando mais por aí? PHP? C#? Java?

Pra responder essa dúvida, a Tiobe Software criou uma página com estatísticas atualizadas das linguagens mais utilizadas atualmente. Perceba que não estamos falando de melhor ou pior, e sim de mais utilizadas. Abaixo listo as mais utilizadas e a porcentagem de utilização, segundo o site:

  1. Java (19.7%)

  2. C (15.2%)

  3. C++ (8.7%)

  4. C# (7.2%)

  5. PHP (6.5%)

Veja as estatísticas completas aqui: http://www.tiobe.com/index.php/content/paperinfo/tpci/index.html


Quais as diferenças entre as versões do Eclipse?

O Eclipse é uma das IDE’s de desenvolvimento mais utilizadas atualmente. É desenvolvido em software livre, e dá suporte a algumas das principais linguagens de programação utilizadas atualmente, como Java, PHP, C e C++. Está disponível para Linux, Windows e Mac OS X, nas versões de 32 e 64 bits.

Uma coisa interessante sobre o Eclipse é que ele é extremamente personalizável. Você pode utilizar um dos pacotes disponibilizados, ou se quiser pode montar o seu (e até lançar sua própria IDE!). Ele também é portable, ou seja, não precisa de instalação. Basta extrair os arquivos na pasta e rodar o programa.

Existem várias versões do Eclipse. As  que estão disponíveis atualmente são: Helios, Galileo, Ganymede, Europa, Callisto, 3.0 e 3.1, e na hora de baixar pode bater a dúvida: qual versão devo utilizar?

A resposta é bem simples: você deve usar a Helios, a menos que tenha um motivo muito bom pra usar outra. Por quê? Porque a Helios é a mais nova de todas.

Na verdade, esses nomes são apenas “codinomes” para as versões, que são lançadas todos anos no mês de Junho. A próxima será lançada esse ano e se chamará Indigo. Veja aqui o que corresponde a cada uma:

  • 3.0 – sem codinome – lançado em 28 de Junho de 2004
  • 3.1 – sem codinome – lançado em28 de Junho de 2005
  • 3.2 – Callisto – lançado em 30 de Junho de 2006
  • 3.3 – Europa – lançado em 29 de Junho de 2007
  • 3.4 – Ganymede – lançado em 25 de Junho de 2008
  • 3.5 – Galileo – lançado em 24 de Junho de 2009
  • 3.6 – Helios – lançado em 23 de Junho de 2010
  • 3.7 – Indigo – lançadamento previsto para 28 de Junho de 2011

Mas o que significa cada codinome desses?

  • Callisto – Lua de Jupiter;
  • Europa – Lua de Jupiter;
  • Ganymede – Lua de Jupiter;
  • Galileo – Conjunto de quatro luas de Jupiter descobertas por Galileu Galilei. Callisto, Europa e Ganymede estão entre elas;
  • Helios – Personificação do Sol na mitologia grega;
  • Indigo – Cor entre azul e violeta.

Além disso, existem vários pacotes disponíveis. Esses pacotes são apenas para facilitar a nossa vida. O pacote que você vai usar depende de em qual linguagem pretende programar. São eles: Java, Java EE, C/C++, C/C++ Linux, RCP/Plugin, Modeling, Reporting, PHP, Pulsar, SOA, Javascript e Classic. Veja aqui:

Comparaçao entre os Pacotes do Eclipse

Comparação entre os Pacotes do Eclipse. Clique na imagem para aumentar.

Se você programa em Java, é mais interessante usar a “Eclipse IDE for Java EE Developers” (JEE), que é mais completa. Tem também a Eclipse IDE for “Java and Report Developers” (Reporting), que tem a mesma coisa, além do Birt, que é usado para desenvolver relatórios.

Faça o download de todos os pacotes do Eclipse aqui.


Apostilas gratuitas de Java e Ruby on Rails na Caelum

Essa é mais uma dica pra aqueles que estão querendo aprender mais sobre desenvolvimento (programação etc.). Se você ainda não conhece a Caelum, saiba que a empresa é conhecida nacionalmente pelos seus cursos da na área de TI, na área de desenvolvimento.

A empresa tem uma forma que considero inovadora de disponibilizar o material de estudo para os seus cursos, liberando gratuitamente algumas apostilas pra quem quizer baixar, sem custo ou compromisso algum. Não precisa nem se cadastrar!

Alguns dos cursos que estão disponíveis são:

  • Java e Orientação a Objetos
  • Java para Desenvolvimento Web
  • Persistência com JPA2 e Hibernate
  • Desenvolvimento Ágil para Web com Ruby on Rails 3
  • Gerenciamento ágil de projetos de Software com Scrum

E várias outras…

Clique aqui e acesse o site da Caelum


WebIncognita, fork do framework WebIntegrator (WI) é lançado

O WebIntegrator – ou simplesmente WI – é um é um ambiente de alta produtividade para o desenvolvimento de aplicações Web em plataforma Java licenciado como software livre. É brasileiro, foi desenvolvido pela empresa ITX Tecnologia da Informação, e está atualmente com um crescimento bem interessante na sua utilização. Está sendo atualmente utilizado por muitas empresas privadas e públicas, como a Embrapa.

Com o software é possível criar aplicações web com total independência entre as regras de negócio e o layout, de uma forma bastante intuitiva e com muito pouco código. O ambiente  de desenvolvimento também é web, o que quer dizer que você pode desenvolver de qualquer lugar, bastando para isso um navegador.

Um dos principais desenvolvedores – Geraldo Moraes – e sua empresa, a Incognita Inteligência Digital, liberaram ontem (14/02) a versão estável  da WebIncognita, um fork – projeto paralelo – baseado no WebIntegrator (3.3.8), já que a marca pertence à ITX Software. É possível fazer o download gratuitamente na seção de downloads do site da Incognita.

Veja o artigo no Wikipedia sobre o WebIntegrator.


Receba dezenas de ofertas de emprego nas áreas de TI por dia

Muitos sites por aí são especializados na área de currículos etc. O maior e mais conhecido deles é o Catho. Mas que tal ter a comodidade de receber, direto no seu e-mail, dezenas de ofertas de emprego Brasil afora para as áreas de TI? São várias ofertas, para Analista de Sistemas, Analista de Redes, Programador etc., em váris tecnologias, como Java, SQL Server, PHP e várias outras.

Classificados de Empregos

Para receber esses e-mails, basta mandar um e-mail em branco para: javaempregos-subscribe@yahoogrupos.com.br e se você desistir, basta enviar outro e-mail em branco para javaempregos-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

Apesar do nome da lista ser “javaempregos”, chegam ofertas relacionadas a várias tecnologias, como foi dito anteriormente.

Só fique atento à quantidade de e-mails. É interessante você criar um filtro ou usar uma conta de e-mail separada para isso, senão as mensagens irão encher sua caixa de entrada. Se você não sabe como criar um filtro, clique aqui.


Alterar valores em um ArrayList em Java

Vou dar um exemplo que mostra uma forma simples de alterar os valores em um ArrayList em Java.

A primeira esturutra tem três índices, com os valores “One”, “Two” e “Three”.

Na segunda esses valores são modificados para “Um”, “Dois” e “Três”.

import java.util.ArrayList;

public class changeArrayList {
 
 public static void main(String[] a) {
 
 ArrayList<String> nums = new ArrayList<String>();
 nums.clear();
 nums.add("One");
 nums.add("Two");
 nums.add("Three");

 System.out.println(nums);
 
 nums.set(0, "Um");
 nums.set(1, "Dois");
 nums.set(2, "Três");
 
 System.out.println(nums);
 
 }

}

Criando Métodos em Java

Métodos muitas vezes precisam de parâmetros para serem utilizados, e também na maioria das vezes possuem um retorno.

Veja no exemplo abaixo como criar diferentes tipos de métodos em Java:

public class ExemplosMetodos {

 void PrimeiroMetodo () {
 
 System.out.println("Exemplo de método sem retorno");
 
 }
 
 String SegundoMetodo() {
 
 System.out.println("Exemplo de método com retorno");
 return "Método OK";
 
 }
 
 String TerceiroMetodo(String nome, String sobrenome) {
 
 System.out.println("Exemplo de método com parâmetro e com retorno");
 
 return nome + " " + sobrenome;
 
 
 }
 
 public static void main(String[] args) {
 
 ExemplosMetodos ExMet = new ExemplosMetodos();
 
 ExMet.PrimeiroMetodo();
 
 System.out.println(ExMet.SegundoMetodo());
 
 System.out.println(ExMet.TerceiroMetodo("Tiago", "Passos"));

 }

}

Switch no Java

A estrutura Switch é interessante para fazer testes e executar um comando a partir dos resultados obtidos.

Cada caso é testado, e se não for encontrado nenhum valor, é executado o default.

Exemplo:

public class Swtich {


 public static void main(String[] args) {

 int num = 6;
 
 switch (num) {
 
 case 5:
 
 System.out.println("É igual a 5");
 break;
 
 case 6:
 
 System.out.println("É igual a 6");
 break;
 
 case 111:
 
 System.out.println("É igual a 111");
 break;
 
 default:
 
 System.out.println("É diferente dos números anteriores");
 
 }

 }

}

Uso do While no Java

O while é uma das estruturas de repetição mais importantes no Java. No Java, também é similar ao PHP e outras linguagens.

public class While {


 public static void main(String[] args) {

 int num = 15;
 int i = 0;
 
 while (i < num) {
 
 System.out.println("O valor de i é "+i);
 
 i++;
 
 }

 }

}

Uso do For no Java

O For serve para executar uma instrução em um intervalo pré-definido. No Java, é bem similar ao PHP e outras linguagens.

Exemplo:

public class ExFor {

 public static void main(String[] args) {

 int num = 20; // Numero de loops que o for vai dar
 
 for (int i = 0;i<num;i++) {
 
 System.out.println("O valor de i é "+i);   
 
 }
 
 }

}

  • Publicidade

  • Redes Sociais

    Facebook  Twitter
  • Estatísticas

    Page Views (desde março de 2010):

    Estatísticas detalhadas
  • Novidades por e-mail!

    Digite seu e-mail:


    Fique tranquilo. Seu e-mail não será usado para outros fins, e você poderá se descadastrar quando quizer.

    Eu!

    Tiago Passos
    Todo o conteúdo desse site esta licenciado sob a licença Creative Commons 3.0 (CC BY 3.0). Você pode copiar e modificar o conteúdo desde que cite o autor.
    iDream theme by Templates Next | Powered by WordPress