Ganhe R$20 de desconto na primeira corrida com a 99Taxi!

Tag: nome

Os melhores DNS brasileiros

Depois que o Google retirou o serviço de DNS do Brasil, resolvi procurar um servidor de DNS brasileiro com um baixo tempo de resposta. Dentre os meus testes, os que listo abaixo foram os que apresentaram menor latência (menor tempo de resposta):

Empresa Servidor IP TTL Saltos Resposta (ms)
Way Internet velocidade.wayinternet.com.br 200.150.13.244 56 9 55,3
Optiglobe dns1.optiglobe.net.br 200.185.6.131 52 10 71,3
GigaDNS dns1.gigadns.com.br 189.38.95.95 54 14 79,5
Terra 1ea.terra.com.br 200.176.2.10 55 10 79,7
Optiglobe dns2.optiglobe.net.br 200.185.6.163 51 10 84,0
Onda – PR drako02.onda.com.br 200.195.192.130 50 12 85,4
Sul BBS tiger.sul.com.br 200.219.150.5 50 12 85,8
Terra 1j3.terra.com.br 200.176.2.12 53 10 85,8
GigaDNS dns2.gigadns.com.br 189.38.95.96 54 14 89,0
Brazilian Research Network cherokee.pop-pr.rnp.br 200.19.74.21 53 14 97,6

Os testes foram realizados a partir de Aracaju, então dependendo da sua cidade, pode apresentar algumas diferenças. De maneira geral, recomendaria utilizar o 200.185.6.131 (Optiglobe) como primário e o 200.176.2.10 (Terra) como secundário. Eu desconheço a procedência do GigaDNS e Way Internet, então não acho que seria prudente recomendar um desses dois.

Vejo muita gente falar do GigaDNS, mas no site não tem nenhuma informação sobre quem mantêm o serviço. Utilizar qualquer serviço de DNS, sem investigar sua procedência, pode comprometer a segurança sob alguns aspectos.

Fora do Brasil, os servidores que apresentaram menor latência foram os do Level 3 Communications: 4.2.2.1 e 4.2.2.2, hospedados em Nova Iorque.

Caso você queira um resultado mais específico para você, pode utilizar um programa chamado Namebench. Para instalar no Ubuntu, abra o terminal e digite os comandos:

sudo apt-get install python-tk
wget http://namebench.googlecode.com/files/namebench-1.3.1-source.tgz
tar xvfvz namebench-1.3.1-source.tgz
cd namebench-1.3.1
./namebench.py

Para windows, baixe o instalador clicando aqui.

Se quizer saber mais sobre o assunto, acesse os links abaixo:

Fontes:


Como matar (kill) um processo pelo nome do programa no Linux

Hoje precisei criar um script no Linux que matasse um processo pelo nome, e não pelo número. Resolvi compartilhar aqui no blog:

#!/bin/bash
# Autor: Tiago Passos

SHELL=/bin/sh
PATH=/usr/local/bin:/bin:/sbin:/usr/bin:/usr/sbin

#SCRIPT QUE MATA (PELO NOME) O PROGRAMA ESPECIFICADO

#INFORME O NOME (OU TRECHO DO NOME) DO PROGRAMA QUE VOCE QUER MATAR
programa=nano

#NUMERO DO PROCESSO DO PROGRAMA
processo=$(ps -ef | grep $programa | grep -v grep | awk '{print $2}')

kill $processo >> /var/log/killpelonome

Também é possível usar o pgrep nessa lógica, e ficaria até mais limpo, mas pro meu caso específico não deu pra usar. Isso porque estava querendo matar (inicialmente) um programa executado pelo java, e precisaria idenficar esse programa pelos parâmetros que estavam sendo passados.

O pgrep (até onde sei) não identifica os parâmetros, mas apenas o nome, então não funcionaria em todas as situações.


  • Publicidade

  • Redes Sociais

    Facebook  Twitter
  • Projetos Paralelos

  • Estatísticas

    Page Views (desde março de 2010):

    Estatísticas detalhadas
  • Novidades por e-mail!

    Digite seu e-mail:


    Fique tranquilo. Seu e-mail não será usado para outros fins, e você poderá se descadastrar quando quizer.

    Eu!

    Tiago Passos
    Todo o conteúdo desse site esta licenciado sob a licença Creative Commons 3.0 (CC BY 3.0). Você pode copiar e modificar o conteúdo desde que cite o autor.
    iDream theme by Templates Next | Powered by WordPress