Ganhe R$20 de desconto na primeira corrida com a 99Taxi!

Tag: wi-fi

Compatibilidade do Notebook DELL I14-5448-C25 e do Wi-Fi Intel 7265

Comprei um Notebook Notebook DELL I14-5448-C25, que vem com a placa Wi-Fi Intel 7265, recentemente, e estou escrevendo esse post apenas para registrar que ele não é compatível com o Linux (especificamente o Linux Mint).

Com isso quero dizer que, se você instalar o Linux Mint 17 nele, nem tudo vai funcionar automaticamente, em especial a placa wi-fi e a placa de rede.

A placa wi-fi chega a conectar, mas fica totalmente instável, com conexão lenta e perda de pacotes após alguns minutos, até que eventualmente para de funcionar até que você reinicie a placa.

O que eu gostaria de escrever nesse post é como fazer pra que ela funcione corretamente. E para isso pesquisei em vários fóruns, que davam várias sugestões (links abaixo). Como tentei muitas coisas diferentes, é difícil dizer o que realmente funcionou, e para ter certeza do que funcionou, eu teria que reinstalar o Linux Mint (coisa que nesse momento exato não tenho tempo para fazer).

Como não queria que toda a pesquisa passasse em branco, resolvi fazer esse post para que sirva de guia pra quem tiver o mesmo problema.

O que consegui na verdade não foi a solução do problema, e sim uma solução de contorno.

As placas WI FI modernas vem com suporte a 3 padrões diferentes (B, G e N). Para fazer funcionar, tive que desativar o suporte ao padrão N, com conexões mais rápidas, porque supostamente é aí que reside o bug que faz a placa ficar instável. O efeito colateral disso é que a conexão máxima seria do padrão G (54Mbps). Mas como dificilmente me conecto em uma rede maior que isso, pra mim não faz tanta diferença.

Outra coisa que fiz e talvez ajude foi atualizar para o Kernel 4.5. Também desativei o modo de economia de energia, o que também deve ter ajudado.

Quando instalei o Kernel novo, o monitor, que antes ficava com um brilho bem baixo, também começou a funcionar corretamente.

O problema que realmente não consegui resolver ainda foi a placa de rede (Ethernet, cabeada) que não funciona.

Se alguém identificar a solução mais efetiva para o problema do WI-FI e da Ethernet, peço encarecidamente que compartilhe aqui nos comentários. Adicionarei ao artigo com os devidos créditos.

Segue abaixo todos os links que utilizei, para referência:


Economize bateria e dinheiro no seu Smartphone Android com o APN-Switch

Acontece comigo principalmente nas sextas-feiras, que é o dia que geralmente saio do trabalho e não vou direto pra casa. Você fica várias horas com o celular, e sem poder recarregar. O que acontece na hora que você mais precisa dele? Ele descarrega! Se você possui algum Smartphone, isso já deve ter acontecido com você.

Eu não sei se você sabe, mas um dos recursos que mais consomem bateria do celular é a conexão com a internet, mas como esse é um recurso muito importante, e um Smartphone sem internet não serve pra muita coisa, não dá pra simplesmente desativar tudo. Não faz sentido.

Também tem o caso dos que possuem planos pós pagos, e não podem deixar o celular conectado o tempo todo desperdiçando preciosos megabytes ao seu bel prazer. Mas a notícia que eu tenho pra você, caso faça parte de algum dos dois grupos (ou dos dois) que citei acima é um aplicativo (gratuito) para Android chamado APN-Switch.

O APN-Switch é um widget que você coloca na tela principal do seu aparelho, e com ele você ligar e desligar a conexão de dados (3G/EDGE/GPRS) com bastante facilidade. A vantagem é que na hora que você precisar de sua bateria ou quizer economizar um pouco no pacote de dados, é só desativar a conexão de dados com um toque. Simples assim.

Como se não bastasse, o código fonte do aplicativo é livre, sob a licença GPLv3, e pode ser baixado aqui.

Baixe o aplicativo clicando aqui.


Opinião sobre o Smartphone Motorola MB502 (Charm)

Depois de várias semanas pesquisando que Smartphone comprar, analizando preços, características e diferenças, finalmente cheguei à conclusão de qual Smartphone comprar: o Motorola MB502.

Os meus requisitos não eram poucos. Entre eles:

 

  • Sistema operacional Android
  • Desbloqueado
  • Teclado Físico
  • Suporte a redes 3G
  • Suporte a conexões Wi-Fi
  • Ser relativamente barato

Não procurava um celular que custasse R$1000 ou R$1200 reais. Na verdade, os R$527 que paguei por ele já estavam um pouco além do que pretendia gastar com o aparelho, visto que minha segunda opção era o Samsung Galaxy 5, que até a ZTE lançar o ZTE X850 era o Smatphone com Android mais barato do mercado. Já vi o Samsung ser vendido por R$330 e o ZTE por R$270.

Mas porque essa “obssessão” pelo Android?

Na minha opinião, atualmente só existem dois sistemas operacionais para dispositivos móveis realmente competitivos: O IOS (iPhone) e o Android. O Symbian já era, o MeeGo – apesar de torcer muito pra que dê certo – ainda não vingou, e o BlackBerry OS simplesmente não me atrai.

Então só me restariam duas opções: O iPhone, que é caro demais e considero ser mais marketing que aparelho, e as diversas opções de aparelhos com Android, que ainda tem a vantagem de serem bem mais integrados com os serviços do Google, que utilizo bastante.

O Android também está crescendo muito mais que o IOS, e apesar de possuir uma quantidade menor de aplicativos, possui um número maior de aplicativos gratuitos que o IOS. Isso é uma coisa a se pensar, certo?

O MB502 vem com Android 2.1, que não é a versão mais nova. Mas apesar de não ser a coisa mais simples do mundo, é possível atualizar o sistema operacional para um versão mais recente.

Já falei demais do Android. E o aparelho?

O MB502 é bem quadradão, o que o torna bem estranho aos olhos de muita gente. Mas eu gosto do estilo dele. Vou falar um pouco das características que achei mais interessantes:

Teclado físico
Pra quem costuma escrever e-mails, anotações etc., ou seja, passar um tempo razoável digitando no celular, o teclado físico é uma coisa bem importante. Torna essa tarefa muito mais agradável e não tem o inconveniente do teclado virtual, que toma metade da tela na hora de digitar.
O teclado do MB502 é bastante confortável (pra um smartphone, é claro), e dá pra passar bastante tempo digitando nele sem se cansar.

Fone de ouvido
Se você (como eu) passa bastante tempo ouvindo música no celular, já deve ter tido alguma decepção com fones de celulares. Muitos deles vêm com entradas para fones com plugs bizarros que só são fabricados pela própria operadora e custam os olhos da cara.
No MB502 a entrada pra fone é daquela normalzinha (3.5mm), o que permite que você utilize fones comuns no aparelho.

Expansível até 32GB
Expansão de 32GB parece até meio absurdo, na minha opinião. Mas se você precisa carregar muitos arquivos no seu celular, isso vai ser bastante útil pra você. Basta comprar um cartão maior que o de 2GB que vem nele, e pronto. Mas tome cuidado com a qualidade do cartão. Existem cartões mais lentos, que podem deixar seu celular se arrastando.

Memória RAM
Possui 512MB de memória RAM. O que é até demais para a maioria das pessoas. O Samsung Galaxy 5, que seria minha segunda opção, possui 256MB de memória. Porém, mais memória RAM pode significar que o aparelho vai ser útil por mais tempo, pois os aplicativos tendem a ficar cada vez maiores, o que pressiona o aparelho a ficar obsoleto mais rápido.

Trackpad
Muitos consideram uma estranheza um trackpad no celular. Trackpads geralmente são utilizados em notebooks, e bastante incomuns em celulares. Mas o trackpad no MB502 tem sua utilidade.
Além de não precisar manchar a tela ao utilizar o aparelho, é possível utilizá-lo com apenas uma mão. O trackpad também te dá mais precisão em alguns cliques mais complicados.

Preço
O aparelho começou a ser vendido no Brasil por R$899. Mas agora é possível encontrá-lo por pouco mais de R$500 (comprei o meu por R$527 à vista). Claro que o valor não é baixo, e não se encontra R$500 em qualquer esquina. Mas pra um aparelho como o MB502, creio que vale à pena.

Bateria
Como qualquer Smartphone, bateria não é um recurso muito evoluído. Em uso intenso, principalmente nos primeiros dias após a compra do aparelho, que você está testando tudo, baixando aplicativos etc., geralmente é necessário carregar duas vezes por dia.
No geral, eu carrego o aparelho à noite, saio de manhã com ele, e quando chego em casa por volta de 22 horas coloco ele pra carregar novamente. Mas é sempre bom andar com o cabo USB, que já vem nele e carrega o celular ao ser plugado em um computador.

Multitoque
Multitoque também é um recurso interessante, que permite ampliar e reduzir imagens com o movimento de pinça (polegar e indicador) na tela do celular. O MB502 também dispõe desse recurso.

Câmera
A câmera não chega a ser um desastre, como vi muita gente falando por aí. Mesmo porque é raro ver um Smartphone com uma câmera muito boa. Ela quebra um galho. Publiquei um vídeo e uma foto tirada com ele, pra que você tenha uma ideia da qualidade da câmera.

Conclusão
O que torna o aparelho mais caro frente ao Samsung Galaxy, por exemplo, é o fato de ter um pouco mais memória RAM, o que permite ter mais aplicativos rodando no aparleho, e o teclado físico.

Se você pretente utilizar apenas funções mais básicas do aparelho e não faz questão de teclado físico, o Samsung Galaxy pode ser uma opção melhor pra você. Caso contrário, o MB502 pode ser mais interessante.

Estou com o aparelho há pouco mais de um mês e não tenho do que reclamar dele.


  • Publicidade

  • Redes Sociais

    Facebook  Twitter
  • Projetos Paralelos

  • Estatísticas

    Page Views (desde março de 2010):

    Estatísticas detalhadas
  • Novidades por e-mail!

    Digite seu e-mail:


    Fique tranquilo. Seu e-mail não será usado para outros fins, e você poderá se descadastrar quando quizer.

    Eu!

    Tiago Passos
    Todo o conteúdo desse site esta licenciado sob a licença Creative Commons 3.0 (CC BY 3.0). Você pode copiar e modificar o conteúdo desde que cite o autor.
    iDream theme by Templates Next | Powered by WordPress