Ganhe R$20 de desconto na primeira corrida com a 99Taxi!

Tag: windows

Minha mini-saga pelo reembolso do Windows

Você sabia que pode solicitar o reembolso do Windows que vem instalado em um notebook que você comprar, caso não deseje utlizá-lo? O Windows é um produto individual (já que pode ser comprado separadamente), e quando ele veio instalado no notebook que você comprou, é considerado venda casada, que é quando você é obrigado a levar um produto ao comprar o que lhe interessa (imagine que toda vez que você fosse na padaria comprar pão, fosse obrigado a levar junto um chocolate "de graça").

Muitos fornecedores dizem que é brinde, mas não é. Você está pagando por isso. Aqui vou fazer um breve relato de como consegui o reembolso, de uma forma um pouco diferente do que li em outros relatos na internet.

Eu uso exclusivamente Linux em casa há uns 6 anos. Meu penúltimo notebook veio com Windows instalado, e eu sequer iniciei ele a primeira vez. Na época sabia que poderia solicitar a devolução, mas acabei deixando pra lá.

No fim do ano passado comprei um notebook novo (Um Dell, no Submarino. O Submarino é da empresa B2W, que também é dona do Shoptime e das Americanas.com) no Black Friday. Não tinha a opção de comprar sem Windows, e no site da Dell, que dá essa opção, era mais caro. Resolvi comprar e tentar o reembolso depois.

O notebook chegou e segui a orientação que vi em vários relatos: não ative o Windows (ou seja, começar a usar pela primeira vez). Você até pode ligar ele, mas quando chegar na hora de clicar no botão para aceitar os termos, você não deve clicar. Se fizer isso, o produto é ativado e a devolução fica impossibilitada.


Você NÃO DEVE clicar no botão ACEITO!

Também foram feitas sugestões de fotografar quando você tiver desembalando o produto, bem como as etiquetas de entrega que estiverem na caixa, e fotografar também as telas dos termos do Windows (como essa acima). Eu fiz isso, mas não foi necessário. Em todo caso, não custa nada fazer, para o caso de solicitarem as imagens.

Depois é hora de ligar para o lojista e solicitar a devolução. Se negarem, informe que você está amparado pelo código de defesa do consumidor, que proíbe venda casada. Provavelmente vão dizer que é brinde, mas insista. Se não tiver êxito, diga que vai entrar no Procon. Lembre de anotar o protocolo da ligação, além da data, hora e nome do atendente. Se a loja não fornecer protocolo, envie a solicitação por e-mail para que fique registrado (e guarde o e-mail, claro!).

Recomendo que ligue também para a Microsoft e o fabricante (no caso, a Dell). Eu não fiz isso, mas se tivesse feito, talvez tivesse encurtado a história (no final você vai saber o motivo).

No meu caso, teve um facilitador. O submarino enviou, na nota fiscal, discriminado o valor do softwares. Então já ficou claro que se tratava de venda casada.

Nota fiscal discriminando o valor da licença do Windows

Nota fiscal discriminando o valor da licença do Windows

Não obtive êxito junto à loja. Mas é importantíssimo que você reclame com a loja antes de seguir adiante. E isso deve ser feito o quanto antes. De preferência, dentro de 7 dias. Depos de reclamar à loja e não conseguir resolver, você te duas opções:

  • Registrar uma reclamação contra a loja e a Microsoft (não esqueça da Microsoft!) no Procon.
  • Ir ao juduciário (juizado especial). Se não souber onde fica, ligue para o Tribunal de Justiça do seu estado (normalmente no rodapé do site tem o telefone).

As duas opções são gratuitas e não é necessário advogado. Sugiro ir ao Procon primeiro, pois tende a ser mais simples pra resolver. Se não resolver, e você for ao judiciário, o juiz provavelmente irá ver com bons olhos o fato e você ter tentado todas as opções antes de judicializar.

Fui ao Procon, e o acordo que me foi oferecido pela B2W (Submarino) foi a devolução do notebook, e obviamente eu não aceitei, já que comprei numa promoção e não conseguiria comprar novamente pelo mesmo preço. A Microsoft não compareceu.

Decidi ir ao juizado especial, porém demorei algumas semanas pra fazer isso. Mas antes que eu desse entrada, meu telefone tocou:

– Alô, Tiago? Aqui é Fulana, advogada da Microsoft do Brasil. Estou ligando para oferecer uma acordo para que seja retirada a queixa no Procon.

– Certo… qual o acordo?

– R$350 (trezentos e cinquenta reais). Você aceita?

– Precisa de quê?

– Só do nome do seu banco, agência e conta corrente. O dinheiro cai em 15 dias.

– Tá bom… aceito

Dois dias depois cai o dinheiro na minha conta.

Se quiser saber mais sobre o Windows, procure por "Reembolso Windows" no Google. Tem vários e vários relatos explicando como fazer 😉

 


Organize seu dinheiro com o Toshl (Android, IPhone e Windows Phone)

Crédito ou Débito? Cheque ou Dinheiro? Aceita ticket? E vale transporte?

Organização financeira: uma coisa tão simples, mas ao mesmo tempo tão complexa, que muitas pessoas – talvez a maioria das pessoas – simplesmente deixa pra lá e resolve viver ao "deus dará financeiro".

Moedas

A ideia central de um gerenciamento financeiro é: você precisa ter seus gastos registrados para poder saber para onde o dinheiro vai. Só é possível gerenciar o que pode ser medido!

Inicialmente eu pensei em todo mês analisar meu extrato do banco e ir colocando numa planilhas os gastos que fiz no débito, mas me deparei com três problemas:

  1. Era muito trabalhoso organizar essa informação e dava uma preguiça enorme fazer isso.
  2. Ainda tinham alguns gastos que não podiam ser feitos no débito nem crédito.
  3. Vários estabelecimentos apareciam com nomes estranhos, e algumas vezes eu não conseguia lembrar que compra era aquela ("Restaurante Coma Bem" aparecia como "Josefina da Silva").

Depois de tentar ajustar meu método de várias formas, eu percebi que o maior problema era o registro da informação. O único jeito que realmente tem funcionado para mim é: fiz um gasto, registro no aplicativo. No começo é meio chato, mas com o tempo você faz sem perceber.

Testei vários aplicativos mas o que mais me agradou foi o Toshl. Ele tem uma interface bem simples, prática e com ótima usabilidade. Além disso, funciona no IPhone, Android, Windows Phone até no Symbian!

Toshl - Aplicativo para Controle Financeiro

Veja algumas das principais funcionalidades:

  • Registro de gastos recorrentes (que você paga todo mês, por exemplo) para não ter que ficar cadastrando tudo novamente todo mês.
  • Funciona com várias moedas (reais, dólares, euros e várias outras), o que facilita a organização em viagens
  • Fácil de exportar os dados para o Excel, caso você deseje utilizá-los na sua própria planilha
  • É possível criar orçamentos, o que vai ajudar a "domar" seus gastos
  • Sincronização automática com o site do aplicativo, assim você não perde todo seu controle caso tenha o celular roubado.
  • Visualização de todos os dados pelo site do aplicativo.

Acesse o site do Toshl e tire suas próprias conclusões. É grátis! 😉


Fontes para Windows não funcionam no Centos Linux 6

Para resolver esse pequeno problema, copie todas as fontes que você quer para o diretório /usr/share/fonts

Atualize o sistema:

yum update

Instale as dependências:

yum install freetype

Se sua instalação for x86_64 (64 bits), instale o pacote rpm fontconfig-2.8.0-3.el6.x86_64.rpm:

rpm -Uvh ftp://mirror.switch.ch/pool/1/mirror/scientificlinux/6rolling/x86_64/os/Packages/fontconfig-2.8.0-3.el6.x86_64.rpm

Se sua instalação for i386 (32 bits), instale o pacote rpm fontconfig-2.8.0-3.el6.i686.rpm:

rpm -Uvh ftp://mirror.switch.ch/pool/1/mirror/scientificlinux/6rolling/i386/os/Packages/fontconfig-2.8.0-3.el6.i686.rpm

Se os endereços acima não funcionarem, você pode procurar um outro pelo site rpm.pbone.net

E por último, basta rodar o seguinte comando:

fc-cache -f -v

Caso esteja utilizando um servidor web como Tomcat ou Apache, talvez seja necessário reiniciar o serviço para que as alterações façam efeito.

Fonte: http://www.centos.org/modules/newbb/viewtopic.php?topic_id=39629&forum=55


O Guardião Itaú 30 Horas apresenta: Corra Tiago, Corra

Hoje eu me senti como em Corra Lola, Corra. Com exceção dos três finais diferentes, houveram bastantes semelhanças.

Lá vou eu pagar um boleto pelo internet banking do Itaú, como faço desde que sou cliente. Acesso o site quande, de repente, aparece uma mensagem: é necessário instalar o Guardião Itaú para fazer pagamentos. Logo pensei: vai dar merda.

Eram 21:15 do último dia para o pagamento do boleto e os bancos brasileiros geralmente não lembram das pessoas que não usam Windows. Como eu uso Linux (Ubuntu), imaginei a dor de cabeça que teria. Se não pagasse hoje, perderia o desconto de quase R$40.

Instalei o dito programa (complemento do Firefox) como informado, reiniciei e nada. Re-instalei: nada. Resolvi abrir uma máquina virtual do XP que tenho instalada para situações inusitadas: a mesma coisa.

Olhei para o relógio: 21:35.

Corra Lola, Corra

Dá tempo de pegar a bicicleta, chegar no Itaú mais próximo, e pagar a conta antes das 22 horas (quando fecha o banco). A agência fica a mais ou menos 1km da minha casa. Peguei a bicicleta, botei Guns N' Roses no Mp3 Player (pra dar energia!) e fui pro banco. Quando chego na agência, o que percebo? Estou sem o cartão!

Conferi novamente nos bolsos pra ter certeza, subi na bicicleta e fui em direção à minha casa.

Tinha que chegar a tempo de pegar o cartão, e digitar minha senha no caixa eletrônico antes das 22 horas!

Vi um sinal verde à minha frente e logo pense: vou pedalar mais forte pra conseguir passar no sinal verde – já que no vermelho demorar uns 5 minutos (que eu não tinha) pra abrir.

A corrente da bicicleta caiu.

Só pode ser sacanagem.

[…]

Coloquei a corrente e fui pra casa com a mão toda cheia de graxa. Peguei o cartão e voltei pedalando, quando no caminho:

A corrente cai novamente.

Respirei fundo e consegui chegar no banco faltando 8 minutos. Pra não dizer que já tava acabado, a porta do banco (que abre com o cartão) não queria abrir. Tive que passar o cartão umas dez vezes (sem exagero) pra ela abrir!

Mas abriu. Consegui pagar minha conta. Coloquei Peter Tosh no Mp3 Player e voltei tranquilo. 🙂

Tudo bem que Corra Lola, Corra tem uma trama bem mais dramática. Mas pra uma noite de quarta-feira em Aracaju, até que foi razoável! 😛

Baseado em fatos reais.

PS: Quando cheguei em casa, 30 minutos antes de escrever esse artigo, pesquisei no Google e encontrei um complemento do Firefox que burla o Guardião Itaú e programas bugados (similares) de outros bancos. Peço encarecidamente ao pessoal do Itaú que tenha um pouco mais de atenção com seus clientes para evitar situações complicadas como a descrita acima.


Resolvendo problemas com acentuação de arquivos no TrueCrypt

O TrueCrypt é um software de criptografia altamente seguro, que é open source, e possui versões para Linux, Windows e Mac OS X. Já conhecia o programa mas comecei efetivamente a testá-lo. Se você quer saber como utilizá-lo clique aqui.

Como utilizo Linux e Windows no meu dia-a-dia, na hora de criar o volume escolhi o formato FAT. No TrueCrypt para Linux não está disponível o formato NTFS.

Quando comecei a utilizá-lo, percebi que os nomes dos arquivos acentuados estavam corrompidos. Para resolver isso, baixei o TrueCrypt para Windows e criei o volume através dele. Dessa vez utilizando NTFS.

Se você tem esse problema, faça isso. Assim você não terá problemas com acentuação de arquivos.


Comprou um notebook com Windows? Você tem direito a reembolso!

É bastante comum notebooks vendidos hoje em dia saírem de fábrica com o Windows instalado. Mas você sabia que isso é ilegal? Isso mesmo: ILEGAL.

A legislação brasileira proíbe a venda casada. Notebook (hardware) e Windows (software) são produtos distintos. Mas como conseguir o reembolso?

A maioria dos fabricantes fazem de tudo para que você desista, passando por cima dos seus direitos e na maior cara de pau, fazem de conta que não sabem do que você está falando.

Mas você tem dois argumentos básicos para conseguir receber o dinheiro:

1. A legislação brasileira proíbe a venda casada – como já foi dito;

2. O contrato que deve ser aceito na instalação do Windows – aqueeeele, que ninguém nunca lê – diz claramente que se você não aceitar o contrato, deve solicitar o reembolso com o fabricante.

Mas ATENÇÃO! Você não pode aceitar esse contrato! Se você aceitar, pode atrapalhar o processo de reembolso. Clique aqui e leia o relato de André Noel sobre a experiência dele com a Dell.

Repasse esse artigo para os seus amigos. Isso vai forçar os fabricantes a oferecerem a opção de venda sem o sistema operacional da Microsoft, como já acontece em alguns países.


Como gerenciar seu tempo com o Hamster e o Toggl

Gerenciar e organizar seu tempo e suas atividades é uma dificuldade pra muita gente. Se você é freelancer, por exemplo, você tem que saber – ou pelo menos ter uma ideia – de quanto tempo leva para desenvolver uma atividade específica. Se você é webdesigner, quanto tempo leva para desenvolver um layout? Se você é programador, quanto tempo leva para fazer um CRUD simples?

É extremamente importante saber isso, porque é através dessas informações que você terá noção da sua produtividade, e do valor que deve cobrar por hora, caso seja freelancer. Se você tem problemas com isso, vou recomendar dois softwares que podem te ajudar. Não é necessário usar os dois, pois desempenham tarefas semelhantes. Você pode escolher um dos dois.

Toggl

O Toggle é um gestor de tempo online

Com o Toggl, que tem planos gratuitos e pagos, você pode se cadastrar (também pode usar sua conta do Google) e depois de logado, cadastra suas atividades e projetos. A partir do momento que uma atividade é cadastrada, você pode usar o cronômetro para começar a marcar o tempo que você gasta naquela atividade. Você pode parar o contador e continuar a atividade mais tarde. Basta colocar o mesmo nome.

Em Settings é possível criar projetos, alterar dados da conta, entre outros. Também está disponível uma tela (Reports) onde você visualizar gráficos e outras informações para quantas horas e minutos gastou naquela determinada atividade ou num projeto.

Como se não bastasse, também estão disponíveis versões para Windows, Linux, Android e iPhone, mas é necessário ter acesso à internet. Ainda é possível adicionar um Gadget no Gmail – caso você utilize esse serviço de e-mail. Com isso você pode registrar melhor suas tarefas.

Hamster

Hamster - Gnome

O Hamster é um gestor de tempo para o Gnome

O Hamster é um gestor de tempo para a o Gnome, que é a interface gráfica do Ubuntu, do Fedora e de várias distribuições Linux. Possui funcionalidades semelhantes ao Toggle, mas não necessita de conexão à internet para funcionar. O Hamster é gratuito e é possível gerar relatórios em PDF com suas atividades.

Mas ele tem um recurso interessante, que não existe no Toggle: quando você se afasta do computador (ou para de digitar e usar o mouse), o Hamster para de contar o tempo. Essa opção pode ser habilitada ou não, de acordo com sua necessidade. Para instalar o Hamster no Ubuntu, clique aqui.

E qual dos dois devo usar?

É claro que essa questão é bastante pessoal, e tem vários motivos para usar um ou outro. Eu pessoalmente gostei mais do Toggl por ser possível utilizar de qualquer máquina sem precisar instalar nada. Se você trabalha com mais de um compoutador, pode ser interessante. Outra vantagem do Toggl é a questão de backup. Você – teoricamente – não vai precisar fazer backup porque já está tudo online, e o serviço se responsabiliza por isso.

No caso do Hamster, o backup é importante, já que está tudo na sua máquina, e se der algum problema você pode perder todas as informações coletadas. Mas o Hamster tem a vantagem da opção de ficar inativo quando você se ausenta da máquina, além de não precisar de conexão com a internet para funcionar.


Alterar codificação de caracteres (charset) no Eclipse

Quando trabalhamos com um projeto no Eclipse no Linux, a codificação padrão é UTF-8. Essa codificação é universal, ou seja, contém acentos e caracteres especiais, mas no Windows a codificação padrão é ISO Latin1 (8859-1). Isso causa problemas com os acentos no Windows.

Para resolver esse problema, é só mudar a codificação no Eclipse de UTF-8 para ISO Latin1.

Acesse o menu Window / Preferences / Web. Nas Opções CSS Files, JavaScript e JSP Files, altere Encoding para ISO Latin-1

Pronto 🙂


Quais as diferenças entre as versões do Eclipse?

O Eclipse é uma das IDE’s de desenvolvimento mais utilizadas atualmente. É desenvolvido em software livre, e dá suporte a algumas das principais linguagens de programação utilizadas atualmente, como Java, PHP, C e C++. Está disponível para Linux, Windows e Mac OS X, nas versões de 32 e 64 bits.

Uma coisa interessante sobre o Eclipse é que ele é extremamente personalizável. Você pode utilizar um dos pacotes disponibilizados, ou se quiser pode montar o seu (e até lançar sua própria IDE!). Ele também é portable, ou seja, não precisa de instalação. Basta extrair os arquivos na pasta e rodar o programa.

Existem várias versões do Eclipse. As  que estão disponíveis atualmente são: Helios, Galileo, Ganymede, Europa, Callisto, 3.0 e 3.1, e na hora de baixar pode bater a dúvida: qual versão devo utilizar?

A resposta é bem simples: você deve usar a Helios, a menos que tenha um motivo muito bom pra usar outra. Por quê? Porque a Helios é a mais nova de todas.

Na verdade, esses nomes são apenas “codinomes” para as versões, que são lançadas todos anos no mês de Junho. A próxima será lançada esse ano e se chamará Indigo. Veja aqui o que corresponde a cada uma:

  • 3.0 – sem codinome – lançado em 28 de Junho de 2004
  • 3.1 – sem codinome – lançado em28 de Junho de 2005
  • 3.2 – Callisto – lançado em 30 de Junho de 2006
  • 3.3 – Europa – lançado em 29 de Junho de 2007
  • 3.4 – Ganymede – lançado em 25 de Junho de 2008
  • 3.5 – Galileo – lançado em 24 de Junho de 2009
  • 3.6 – Helios – lançado em 23 de Junho de 2010
  • 3.7 – Indigo – lançadamento previsto para 28 de Junho de 2011

Mas o que significa cada codinome desses?

  • Callisto – Lua de Jupiter;
  • Europa – Lua de Jupiter;
  • Ganymede – Lua de Jupiter;
  • Galileo – Conjunto de quatro luas de Jupiter descobertas por Galileu Galilei. Callisto, Europa e Ganymede estão entre elas;
  • Helios – Personificação do Sol na mitologia grega;
  • Indigo – Cor entre azul e violeta.

Além disso, existem vários pacotes disponíveis. Esses pacotes são apenas para facilitar a nossa vida. O pacote que você vai usar depende de em qual linguagem pretende programar. São eles: Java, Java EE, C/C++, C/C++ Linux, RCP/Plugin, Modeling, Reporting, PHP, Pulsar, SOA, Javascript e Classic. Veja aqui:

Comparaçao entre os Pacotes do Eclipse

Comparação entre os Pacotes do Eclipse. Clique na imagem para aumentar.

Se você programa em Java, é mais interessante usar a “Eclipse IDE for Java EE Developers” (JEE), que é mais completa. Tem também a Eclipse IDE for “Java and Report Developers” (Reporting), que tem a mesma coisa, além do Birt, que é usado para desenvolver relatórios.

Faça o download de todos os pacotes do Eclipse aqui.


Como apagar sua conta Windows Live / Live.com / Hotmail / MSN

Hoje resolvi fazer uma faxina na minha “vida virtual”. Alterei as senhas de todas as minhas contas e apaguei minha conta do MSN, que não acesso há anos. Vou mostrar aqui, passo a passo, como fazer isso:

Passo 1. Entre em www.live.com e logue na sua conta

Passo 2. Clique na seta que fica logo abaixo do nome da sua conta

Passo 3. Clique na opção conta do menu

Passo 4. Em Outras Opçãos, clique em "Fechar sua conta"

Passo 5. Leia o texto da página, digite sua senha no campo "Senha" e clique em Sim. Lembre-se que TODOS os dados da conta serão apagados permanentemente.

Pronto! Sua conta foi fechada.


  • Publicidade

  • Redes Sociais

    Facebook  Twitter
  • Projetos Paralelos

  • Estatísticas

    Page Views (desde março de 2010):

    Estatísticas detalhadas
  • Novidades por e-mail!

    Digite seu e-mail:


    Fique tranquilo. Seu e-mail não será usado para outros fins, e você poderá se descadastrar quando quizer.

    Eu!

    Tiago Passos
    Todo o conteúdo desse site esta licenciado sob a licença Creative Commons 3.0 (CC BY 3.0). Você pode copiar e modificar o conteúdo desde que cite o autor.
    iDream theme by Templates Next | Powered by WordPress