Servidor dedicado (VM) por US$5 ao mês!
Saiba mais sobre a DigitanOcean: Adeus Amazon (AWS)... Olá DigitalOcean!

Faça uma recarga de celular e ganhe R$10 de volta!

Tag: internet

Ouvir a UOL 89FM – A Rádio Rock no Linux direto pelo Terminal ou Rhythmbox sem ter que abrir o navegador

Para ouvir a "UOL 89FM – A Rádio Rock" sem ter que abrir o navegador, as URLs são as seguintes:

  • 64K (Menor qualidade, menor compromentimento de banda): http://173.192.34.69/89rock64k.aac
  • 128K (Maior qualidade, maior compromentimento de banda): http://173.192.34.69/89rock128k.aac

Se quizer ouvir pelo Rhythmbox:

  1. Abra o programa
  2. Escolha a aba "Radio" ou "Rádio"
  3. Clique em "Add" ou "Adicionar" e coloque uma das URLs acima.

Para ouvir direto pelo terminal, abra o terminal e execute uma dos comandos abaixo:

  • mplayer "http://173.192.34.69/89rock64k.aac"
  • mplayer "http://173.192.34.69/89rock128k.aac"

Que Internet no Brasil é um lixo, todo mundo já sabe…

Mas tem vezes que parece piada.

Quinze dias atrás fui tentar mais uma vez contratar o Velox (da operadora Oi) na empresa onde trabalho. Falo "mais uma vez" porque já tínhamos tentado tantas vezes antes, que chegamos a desistir.

Todas as vezes que ligamos, éramos informados que não tinha disponibilidade. Mas dessa vez eu liguei, e adivinhe: tinha disponibilidade de 15 Mega! Quase correu uma lágrima nessa hora.

Mas o que aconteceu na verdade foi o seguinte: quando acabaram os 7 dias que eles me deram pra instalar o serviço, eu liguei pra lá e, adivinhe?

Segundo a atendente, não tinha nenhuma solicitação cadastrada! Uma beleza né? O meu erro foi ter esquecido de anotar o protocolo!

Fiz outra solicitação (e dessa vez anotei o protocolo). Chegaram novamente os 7 dias e novamente, nada. Reclamei na Oi, e quando estava me preparando pra reclamar na ANATEL, e já estava com o mouse no botão enviar, o técnico me liga dizendo que até o final da tarde estaria lá.

Adivinha de novo? Ele não apareceu!

Parecia que tinha escrito otário na minha testa! Mas dessa vez eu abri a reclamação, e a instalação foi feita (no fim do dia seguinte).

No fim das contas, eu precisei de cerca de 20 dias, duas solicitações, três reclamações (duas à Oi e uma à Anatel) pra conseguir ser abençoado com internet "banda larga".

Na verdade, eu falei tudo isso – acho que falei até demais – pra apresentar um vídeo que achei muito interessante no YouTube. É do Canal do Otário, dizendo algumas verdades sobre os planos de "banda larga" 3g. O vídeo foi bloqueado pra quem usa Claro, então coloquei um link alternativo, caso você utilize os serviços dessa operadora maravilhosa. Não esqueça de ver também o vídeo GOL 1.0 – Volkswagen (Que tal começar a andar de bicicleta?). Tem mais dois outros em baixo desse vídeo:

Além desse, tem outros vídeos bem interessantes:

Maxi Conta Itaú – Tarifas Bancárias – Serviços Essenciais

Loterias da Caixa


O fim da privacidade

Nesse momento, os Estados Unidos se preparam para aprovar uma nova lei que daria poderes aos agentes dos EUA a espionarem quase tudo o que fazemos online. Mas podemos impedí-los antes da votação final.

Empresas a quem confiamos nossas informações pessoais, como a Microsoft e Facebook, são os defensores principais desse projeto de lei que permite às corporações compartilharem todas as atividades e conteúdo de usuários com as agências do governo dos EUA — anulando as garantias de privacidade para quase todas as pessoas ao redor do mundo, não importando onde essas pessoas vivem ou navegam online.

Se nos manifestarmos em número suficiente, poderemos impedir que as corporações que lucram com nossas informações apoiem a ciber-espionagem. Assine a petição para essas corporações da Internet agora:

http://www.avaaz.org/po/stop_cispa_corporate_global/?vl

O Ato de Proteção e Compartilhamento de Ciber Inteligência (CISPA, na sigla em inglês) daria permissão às empresas que fazem negócios nos EUA de coletar registros exatos de todas as nossas atividades online e entregá-los para o governo dos EUA sem nem ao menos nos enviar uma notificação de que estamos sendo observados. Nenhuma garantia, nenhuma causa legal ou processo seria solicitado. Para piorar as coisas, o projeto de lei fornece ao governo e corporações uma imunidade para protegê-los de processos por violação de privacidade e outras ações ilegais.

Os defensores do projeto de lei afirmam que a informação do consumidor será protegida, mas a realidade é que grandes buracos na lei tornariam tudo o que fazemos online passível de observação — e hoje em dia, nossas informações pessoais estão todas armazenadas na Internet.

O CISPA está sendo levado adiante no Congresso e será colocado em votação em alguns dias. Vamos criar um protesto massivo para impedir que as corporações dêem aos EUA uma carta branca para monitorar nossos passos. Clique abaixo para se mobilizar:

http://www.avaaz.org/po/stop_cispa_corporate_global/?vl

Neste ano, já ajudamos a impedir SOPA, PIPA e ACTA — terríveis ameaças à Internet. Agora, vamos parar o CISPA e acabar com o ataque do governo dos EUA sobre nossa Internet.

Com esperança e determinação,

Dalia, Allison, Emma, Ricken, Rewan, Andrew, Wen-Hua e toda a equipe da Avaaz

Mais informações:

"Novo Sopa" recebe apoio do Facebook e rejeição da Casa Branca (Terra)
http://tecnologia.terra.com.br/noticias/0,,OI5725324-EI12884,00-Novo+Sopa+recebe+apoio+do+Facebook+e+rejeicao+da+Casa+Branca.html

O pai da Web e um dos pais do Google dizem que controlo da Internet é assustador (Público)
http://www.publico.pt/Tecnologia/tim-bernerslee-e-sergey-brin-alertam-para-os-perigos-do-controlo-da-internet-1542552

Grupos de defesa das liberdades civis americanas lança protesto online contra CISPA (Centro Knight)
http://knightcenter.utexas.edu/pt-br/blog/00-9756-grupos-de-defesa-das-liberdades-civis-americanas-lanca-protesto-online-contra-projeto-d

CISPA: A Internet tem um novo inimigo (em inglês) (Global Post)
http://www.globalpost.com/dispatches/globalpost-blogs/the-grid/cispa-the-internet-finds-new-enemy-sopa

Protestos contra o CISPA em meio a mudança de legislação (em inglês) (Los Angeles Times)
http://www.latimes.com/news/politics/la-pn-cispa-protests-begin-amid-key-changes-to-legislation-20120416,0,5314596.story

Perguntas e Respostas sobre projeto de lei de Cibersegurança: os preocupantes danos à privacidade no CISPA e como impedí-lo (em inglês) (Electronic Frontier Foundation)
https://www.eff.org/deeplinks/2012/04/cybersecurity-bill-faq-disturbing-privacy-dangers-cispa-and-how-you-stop-it

Novo texto do CISPA restringe jargão de cibersegurança ao passo que começam os protestos (em inglês) (Mashable)
http://news.yahoo.com/cispa-draft-narrows-cybersecurity-language-protests-loom-134202431.html


ANATEL: Diga não para a Oi!

É inacreditável! Nossa Internet está em risco no Brasil. No ano passado, vencemos uma grande batalha quando a ANATEL aprovou os novos padrões de qualidade da Internet que nos garantem um serviço de Internet confiável e rápido. No entanto, a Oi Telecom, um dos maiores provedores de Internet do Brasil, está prestes a esvaziar esses novos padrões e nos mandar de volta para os dias em que o serviço de Internet era lento ou simplesmente não existia, a menos que façamos algo antes do dia 1º de fevereiro para impedí-los.

A Oi quer maximizar os seus lucros e nos privar de uma Internet decente, mas podemos impedi-los. A ANATEL abriu o pedido da Oi ao público, o que nos dá a chance de manter as novas regras e mostrar a ANATEL que eles têm um enorme apoio do público.

Nós, brasileiros, já dissemos um grande "sim" para os padrões de qualidade anteriormente, mas precisamos fazer isso mais uma vez para proteger nossa vitória. Temos uma semana para inundar a ANATEL com milhares de mensagens pedindo ao conselho de diretores que se posicionem contra a atitude da Oi e protejam o serviço de Internet de qualidade para todos os brasileiros. Envie uma mensagem para a ANATEL agora:

http://www.avaaz.org/po/brazil_anatel_vs_oi/?vl

Por muitos anos não havia padrões mínimos de qualidade no Brasil. Quando a ANATEL realizou a votação sobre o assunto, enviamos mais de 60.000 mensagens e conquistamos o direito dos padrões de qualidade para todos nós brasileiros! Agora, a indústria das telecoms está contra-atacando e quer cancelar as novas regras. A Oi diz que é impossível atingir esses novos padrões, mas especialistas no assunto já provaram o contrário. Não há motivo para nos afastarmos desses padrões outra vez!

A ANATEL precisa de nossa ajuda. Eles abriram o pedido da Oi, pois sabem que nós queremos que eles mantenham essa posição firme, mas eles precisam receber uma avalanche de mensagens para justificar sua posição contra a atitude da Oi.

http://www.avaaz.org/po/brazil_anatel_vs_oi/?vl

Nossos direitos enquanto usuários de Internet estão em constante perigo, mas juntos podemos superar até as maiores ameaças. No ano passado, nosso poder popular impediu um ataque sobre os ditos "crimes digitais" no Congresso, abrindo caminho para um novo e impressionante Marco Civil da Internet. E, na semana passada, o mundo se uniu para impedir leis de censura da Internet nos EUA. Agora vamos nos unir mais uma vez e criar um clamor nacional para melhorar a qualidade de nosso acesso à rede e promover Internet para todos.

Com esperança e determinação,

Emma, Ian, Diego, Carol, Luis, Ricken e o restante da equipe da Avaaz

Mais informações:

Oi quer anulação de regras sobre a qualidade dos serviços (Terra Brasil)
http://tecnologia.terra.com.br/noticias/0,,OI5555601-EI12884,00-Oi+quer+anulacao+de+regras+sobre+a+qualidade+dos+servicos.html

Oi quer anular metas de qualidade da banda larga e Anatel pede opinião da sociedade (Teletime)
http://www.teletime.com.br/12/01/2012/regulamentacao-oi-quer-anular-metas-de-qualidade-da-banda-larga-e-anatel-pede-opiniao-da-sociedade/tt/257477/news.aspx?

Saiba mais sobre a Campanha Banda Larga para pressionar a Anatel e garantir qualidade de Internet para todos
http://campanhabandalarga.org.br/

Fatos sobre as empresas de Internet e telefonia no Brasil (Teleco):
http://www.teleco.com.br/operadoras/grupos.asp

Retirado de Avaaz


Away Nilzer: A Velocidade da Internet

Compartilhe a revolta de Gil Brother no Away Nilzer com a velocidade da internet no Brasil. O personagem "Away de Petrópolis" foi consagrado no programa da MTV Hermes e Renato.

Antes de ser ator, Gil Brother era flanelinha, até ser descoberto pelos humoristas. Ficou famoso por bordões como "Vou passar a lambida no pescoço", "vou botar os cabritos pra mamar" ou "vou botar os dois na vala".

 

 


Ameaça à Internet no Brasil

Na semana que vem, o Congresso poderá votar um projeto de lei que restringiria radicalmente a liberdade da internet no Brasil, criminalizando atividades on-line cotidianas tais como compartilhar músicas e restringir práticas essenciais para blogs. Temos apenas seis dias para barrar a votação.

A pressão da opinião pública derrotou um ataque contra a liberdade da internet em 2009 e nós podemos fazer isso de novo! O projeto de lei tramita neste momento em três comissões da Câmara dos Deputados e esses políticos estão observando atentamente a reação da opinião pública nos dias que antecedem à grande votação. Agora é nossa chance de lançar um protesto nacional e forçá-los a proteger as liberdades da internet.

O Brasil tem mais de 75 milhões de internautas e se nos unirmos nossas vozes poderão ser ensurdecedoras. Envie uma mensagem agora mesmo às lideranças das comissões de Constituição e Justiça, Ciência e Tecnologia e Segurança Pública e depois divulgue a campanha entre seus amigos e familiares em todo o Brasil:

http://www.avaaz.org/po/save_brazils_internet/?vl

O projeto de lei do deputado Azeredo sobre a internet supostamente teria o objetivo de nos proteger contra fraudadores e hackers. Porém, como alguém que faz uma cirurgia com uma motosserra, as normas excessivamente cautelosas impostas pelo projeto de lei trariam altíssimos custos sem de fato cumprir seu objetivo. Em vez de capturar os verdadeiros criminosos, elas penalizariam todos nós. Por esse motivo, até mesmo o importante site anti-pedofilia, o SaferNet é contra o PL Azeredo.

Se esse projeto de lei for aprovado, nossa privacidade e liberdade de expressão, criação e acesso on-line ficarão gravemente limitadas. Pior que isso, os provedores de internet que mantêm informações detalhadas sobre nosso histórico de navegação na internet passarão a ser “policiais virtuais” monitorando os usuários a todo momento.

O projeto de lei tem circulado em Brasília por mais de uma década, e a pressão da opinião pública já o derrotou antes. Em 2009, uma consulta pública sobre o “Marco Civil da Internet” barrou o andamento do projeto. Mas alguns meses atrás, o deputado Azeredo tentou apressar a aprovação no Congresso, usando os ataques de crackers aos sites do governo como desculpa. Um novo Congresso e uma maior conscientização sobre as amplas implicações do projeto de lei significam que nossas vozes poderão fazer a diferença. Envie agora mesmo uma mensagem às lideranças na Câmara:

http://www.avaaz.org/po/save_brazils_internet/?vl

Infelizmente, o PL Azeredo não é a única lei desse tipo. Em todo o mundo, na Índia, Turquia, Estados Unidos e outros países, a liberdade da internet está sob ataque promovido por iniciativas similares. Mas os membros da Avaaz nesses países estão se mobilizando. Vamos fazer a nossa parte neste movimento popular global em defesa da web barrando o PL Azeredo.

Com esperança,

Emma, David, Ricken, Maria Paz, Giulia, Rewan e a equipe da Avaaz

FONTES:

Petição do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, instituição parceira da Avaaz:
http://www.idec.org.br/campanhas/facadiferenca.aspx?idc=24

Liberdade de internautas no Brasil pode estar com os dias contados (Portal Imprensa):
http://portalimprensa.uol.com.br/noticias/brasil/43707/liberdade+de+internautas+no+brasil+pode+estar+com+os+dias+contados/

Entenda o que é o marco civil da internet (UOL):
http://tecnologia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2010/06/09/entenda-o-que-e-o-marco-civil-da-internet.jhtm

‘AI-5 digital’ volta a circular no Congresso (Rede Brasil Atual):
http://www.redebrasilatual.com.br/temas/tecnologia/2011/06/ai-5-digital-volta-a-circular-pelo-congresso


Receba um aviso por e-mail quando o produto que você quer comprar chegar no preço que você quer pagar

Comprar na internet não é novidade pra muita gente que antes ficava desconfiado. Hoje até os mais conservadores compram desde celulares a passagens de avião, sem problemas. Mas o que talvez você não saiba, é que existem ferramentas bem interessantes que podem te ajudar a encontrar a loja mais barata para comprar aquele aparelho que você tanto quer, e mais: ferramentas que te avisam quando o preço chega em um valor que você determina, e até quanto esse produto custava nas últimas semanas!

Tudo isso é encontrado em um site: Bondfaro. Ele não é o único da categoria. Existem vários outros, mas nesse artigo vou me dedicar a falar um pouco sobre ele e suas ferramentas.

Os preços de várias lojas em apenas um lugar

Quando você faz uma busca por um produto qualquer, o site te mostra quanto custa esse produto em – muitas vezes – mais de dez lojas diferentes. Assim você pode comprar em uma que o produto esteja mais barato.

Como saber se a loja é confiável?

Através de algumas medalhas que são dadas às lojas de acordo com os relatos dos usuários, você pode saber se a loja é confiável. Entre os critérios de avaliação, estão: preço, entrega no prazo, qualidade do atendimento ao cliente etc.

As medalhas são dadas pelo site e-bit, e podem ir do Bronze ao Diamante. Clique aqui e saiba os critérios de avaliação das lojas.

Como receber por e-mail quando o produto que você quer comprar chegar no preço que você quer pagar

Quando você busca por um produto, na lateral direita tem uma caixa chamada “Alerta de Preços”. Lá você pode solicitar ao Bondfaro que lhe avise quando um produto baixa de preço, ou quando fica mais barato que um valor que você pode definir. Para isso é necessário ser cadastrado no Bondfaro. O cadastro é gratuito e pode ser feito em menos de um minuto.

Como saber quanto um produto custava antes

Através do Histórico de Preços, também situado na lateral direita da página, é possível sabe quanto um produto custava várias semanas antes. Isso te ajuda a comprar e saber se está pagando caro pelo produto.

É isso. Essas são, na minha opinião, as funcionalidades mais importantes do Bondfaro. Elas podem realmente te ajudar a fazer uma boa compra.


Como testar a velocidade do seu Oi Velox

Veja também esse artigo: Testando a conexão do seu desktop ou servidor Linux por linha de comando com o Speedtest-cli

Muitas vezes percebemos que nossa conexão à internet está muito lenta, e não sabemos como testar se o problema é no site que estamos acessando, ou na nossa conexão.

Existem aguns sites que medem essa velocidade. O mais comum é disponiblizado pela RJNET, mas existem outros, como o da A BELTRÔNICA. Eu pessoalmente costumava usar o da RJNET.

Recentemente fiz uma ligação para o suporte da Oi e vi que eles disponibilizaram um serviço (simples), mas bastante prático para fazer esse teste. Você acessa o site arquivos.oi.com.br e lá tem uma série de arquivos com vários tamanhos diferentes. Faça o download do M50.zip e veja a que velocidade chega. Lembrando que sua conexão é medida em Megabits (ou Kilobits) por segundo, o a do download é medida em Megabytes (ou Kilobytes) por segundo, então a velocidade indicada no download deve ser multiplicada por 8. Ex.: se você está baixando o arquivo a 50KB/s, quer dizer que sua conexão é de 400 Kilobits por segundo.

Lembre-se de que não deve ter nenhum outro programa no computador utilizando a conexão à internet no momento, e que na hora do teste só deve ter um computador ligado ao modem/roteador. É possível que esse serviço funcione em outras operadoras, mas só testei no Velox.

Adicionado em 21/11/2012:

Achei que esse artigo já estava ficando meio desatualizado (tem um ano e meio que escrevi!), e já que é um dos mais visitados do blog, resolvi dar uma complementada. Ultimamente tenho percebido que tanto o site arquivos.oi.com.br, quanto os outros dois métodos que recomendei estão bem sobrecarregados.

Atualmente utilzo o Speedtest.net, que creio ser a melhor forma de testar a velocidade da internet (seja Oi Velox ou outro provedor). Basta entrar no site e clicar em "Iniciar teste".

O serviço utiliza diversos servidores ao redor do mundo, e escolhe o provedor mais próximo para fazer a medição. No final, ele te dá o resultado, e se você quizer, uma imagem como essa resumindo o resultado:

Speedteest.net

Se você acha que o teste está mostrando um resultado abaixo do que deveria, pode clicar em "novo servidor", e como o próprio nome já diz, o site irá realizar um novo teste, em um novo servidor.

Pra completar, tenho mais uma dica: se você quer um teste mais rápido e simples, basta fazer um download a partir de um servidor que vocẽ tenha certeza que é rápido. Os mirrors (espelhos) da UFPR são bastante rápidos, e quando quero fazer um teste simplificado, faço um download de algum arquivo hospedado lá, como uma imagem do Ubuntu.


Internet via satélite para cobrir os protestos no Oriente Médio. Uma pequena doação pode ajudar

Todos sabemos o que vem acontecendo em vários países do Oriente médio nas últimas semanas. Vários deles são/eram governados por ditadores há várias décadas, e somente agora, a partir dos protestos que aconteceram na Tunísia, as populações de muitos deles começaram também a se rebelar. Os ditadores – como em qualquer ditadura – viviam uma vida de luxo, com fortunas de bilhões de dólares, enquanto a imensa maioria das pessoas viviam na extrema pobreza. Se você não sabe do que estou falando, clique aqui.

Mas uma coisa existe de muito diferente nessas revoltas populares, em comparação às que aconteceram em tempos passados: a importância da internet. Nesses países, as redes sociais foram essenciais para levar as pessoas às ruas, e sabendo disso, esses governos resolveram interromper suas conexões com a internet, o que representa um sério abuso à liberdade de expressão.

Protestos no Iêmen

Protestos no Iêmen

A internet que muitos sempre pensaram ser um espaço totalmente livre está correndo sérios riscos, e nesses países, ela nem está mais acessível. Para isso, a organização Avaaz, que segundo eles próprios é “uma comunidade de mobilização online que leva a voz da sociedade civil para a política global”, está arrecadando fundos para enviar modems e telefones via satélite, além de pequenas câmeras, a fim de permitir que as notícias desses lugares cheguem ao resto do mundo. A Avaaz está trabalhando para “furar o apagão anti-protesto”.

O tempo é curto, e são necessárias poucas doações para que isso seja possível – cerca de 25 mil – e você também pode ajudar com doações de qualquer valor, debitadas em um cartão internacional.

Clique aqui e faça sua doação.

Um pouco mais sobre o Avaaz

Avaaz, que significa “voz” em várias línguas européias, do oriente médio e asiáticas, foi lançada em 2007 com uma simples missão democrática: mobilizar pessoas de todos os países para construir uma ponte entre o mundo em que vivemos e o mundo que a maioria das pessoas querem.

A Avaaz mobiliza milhões de pessoas de todo tipo para agirem em causas internacionais urgentes, desde pobreza global até os conflitos no Oriente Médio e mudanças climáticas. O nosso modelo de mobilização online permite que milhares de ações indivíduas, apesar de pequenas, possam ser combinadas em uma poderosa força coletiva. (Leia sobre os resultados na página dos Destaques de Campanha).

Operando em 14 línguas por uma equipe profissional em quatro continentes e voluntários de todo o planeta, a comunidade Avaaz se mobiliza assinando petições, financiando campanhas de anúncios, enviando emails e telefonando para governos, organizando protestos e eventos nas ruas, tudo isso para garantir que os valores e visões da sociedade civil global informem as decisões governamentais que afetam todos nós.


Olhar Digital – Você conhece seus direitos e deveres na rede?

Muita gente acha que é intocável na internet, e não se lembra que na imensa maioria das vezes, é muito fácil rastrear qualquer um, bastando que o site forneça o IP do usuário, que é um número único que identifica a conexão à internet naquele momento. Depois é só o judiciário solicitar à operadora telefônica o nome e os dados do dono da conexão que estava usando aquele IP naquele momento.

Isso quando o usuário é “anônimo” na rede. Porque eu vejo muita gente em listas de discussão, orkut, fóruns etc. dizendo barbaridades e utilizando o próprio nome. Muita gente se esquece que muita coisa alí ficará registrado e disponível na internet “pra sempre”, ou pelo menos por muito tempo.

Se no mundo virtual, o sucesso pode se esconder atrás de uma ideia, os riscos também são grandes. Muita gente já ganhou problemas gigantes com um simples post na Web. Veja o que você pode fazer. Veja o vídeo:

Vídeo e texto original da máteria: Olhar Digital


  • Publicidade

  • Redes Sociais

    Facebook  Twitter
  • Estatísticas

    Page Views (desde março de 2010):

    Estatísticas detalhadas
  • Novidades por e-mail!

    Digite seu e-mail:


    Fique tranquilo. Seu e-mail não será usado para outros fins, e você poderá se descadastrar quando quizer.

    Eu!

    Tiago Passos
    Todo o conteúdo desse site esta licenciado sob a licença Creative Commons 3.0 (CC BY 3.0). Você pode copiar e modificar o conteúdo desde que cite o autor.
    iDream theme by Templates Next | Powered by WordPress