Ganhe R$20 de desconto na primeira corrida com a 99Taxi!

Tag: google

Falha de segurança “HeartBleed” expõe maioria dos serviços na internet

Talvez vocês saibam (ou talvez não), mas foi descoberta uma vulnerabilidade que afetou a maioria dos serviços na internet.

O nome da vulnerabilidade é Heartbleed, e na prática, tornou possível que os serviços expostos pudessem ter seus dados roubados por hacker, ou seja, alguém pode, nesse momento estar acessando seu e-mail ou sua conta do Facebook 😉

A boa notícia é que todos os grandes serviços já corrigiram, e que em princípio, sites de bancos não foram afetados.

A má notícia é que não dá pra saber se alguma coisa foi roubada, e nem se todos os serviços já aplicaram suas correções integralmente. Já que pra fazer essa correção, pode levar semanas de trabalho para o servidor.

Alterar a senha dos serviços mais importantes é boa idéia. Não garante 100%, mas já ajuda. Então é recomendável que você mude, no mínimo, a senha do seu e-mail e do Facebook.

Outra dica é usar autenticação dupla. Dessa forma torna-se praticamente impossível que alguém acesse seu serviço, mesmo que tenha a senha. Basta ter um celular com Android pra isso. Alguns artigos interessantes em relação ao assunto:


Proteja sua privacidade e da publicidade excessiva com alguns plugins do Firefox

Há um tempo atrás estava em uma loja online procurando determinado produto. Encontrei, mas não gostei do preço e resolvi sair do site. Para a minha surpresa, durante vários dias, em vários sites diferentes, era exibida pra mim uma publicidade direcionada com exatamente o produto que eu decidi não comprar.

Não acho interessante que aquele produto que eu decidi não comprar seja empurrado para mim durante vários dias seguidos, violando minha privacidade e meu direito de escolha.

Big Brother is Watching...

Foi aí que resolvi tomar uma atitude e achar uma forma de reduzir o impacto dessa publicidade excessiva. De quebra, resolvi também pesquisar mais alguns para diminuir a chance de que pessoas saibam quais sites eu visito, já que isso diz respeito somente a mim.

Na minha pesquisa, encontrei três plugins interessantes:

  • Adblock Plus – Bloqueia a maior parte das propagandas, incluindo as do Google (as mais invasivas de todas)
  • HTTPS Finder – Quando o site tem a opção de usar HTTPS, ele troca automaticamente para esse padrão mais seguro. Isso ajuda, principalmente, a dificultar que pessoas que administram a rede que você utiliza, ou pessoas do seu provedor, saberem quais sites você entra.
  • RefControl – Quando você entra em um site, e dentro desse site, clica em um link para outro, o navegador passa para o segundo o endereço do site que você estava antes. Esse plugin impede que o navegador passe essa informação adiante.

Não sou contra a publicidade na internet – afinal, no meu blog tem! – já que é isso que sustenta a internet. O que sou contra é excesso de publicidade e invasão de privacidade.


Coloque seus arquivos pessoais no Google Drive e eles passarão a ser propriedade do Google!

Dessa vez os caras passaram dos limites. A coisa está ficando cada vez mais escancarada.

Acho que muitos já cansaram de ler sobre como o Google não respeita a privacidade dos usuários, de como ele mesmo afirma utilizar as informações das contas de e-mails dos usuários etc, etc, etc. Mas com o lançamento do Google Drive (o novo serviço do Google, similar ao Dropbox), parece que as coisas fugiram do controle.

Acontece que na licença de utilização do serviço o Google – como já era de se imaginar – informa que não há garantia nenhuma ao serviço, ou seja, se ele parar de funcionar é problema seu.

Até aí tudo bem. Apesar de eu achar ridículo uma empresa se propor a oferecer um serviço – mesmo que gratuito – e não dar garantia de nada, existem muitas empresas que fazem isso. Mas a coisa começa a ficar feia de verdade neAsse trecho da licença:

Quando carrega ou, de alguma forma, envia conteúdo para os nossos Serviços, está a conceder à Google (e àqueles com quem trabalhamos) uma licença internacional para utilizar, alojar, armazenar, reproduzir, modificar, criar trabalhos derivados (como os decorrentes de traduções, adaptações ou outras alterações que efetuarmos para que o conteúdo funcione melhor com os nossos Serviços), comunicar, publicar, executar e apresentar publicamente, bem como distribuir o referido conteúdo. Os direitos que o utilizador concede ao abrigo desta licença serão utilizados apenas para operar, promover e aperfeiçoar os nossos Serviços, assim como desenvolver novos serviços. Esta licença permanece em vigor mesmo que o utilizador deixe de utilizar os nossos Serviços (por exemplo, relativamente a uma ficha de empresa que o utilizador tenha adicionado ao Google Maps).

Trocando em miúdos: suas fotos pessoais, a música que você compôs, o vídeo que você fez, ou seja, tudo o que você porventura colocar no Google Drive, passa a ser propriedade do Google. E ele pode utilizar como quizer e bem entender.

Leia aqui a licença na íntegra.

Veja aqui as diferenças entre as licenças do Google Drive e Dropbox (em inglês)


Ecad cobra taxa mensal de blogs que utilizam vídeos do YouTube

Não costumo colocar links para artigos de outros sites aqui no blog, mas esse me chamou muito a atenção. Parece que o Ecad tá perdendo a noção. O Ecad é o "órgão brasileiro responsável pela a arrecadação e distribuição dos direitos autorais das músicas aos seus autores".

A função do órgão é basicamente cobrar os direitos autorais das empresas que exibem vídeos executam músicas no Brasil. Como se não bastasse cobrar do Google (que é dono do YouTube), o Ecad agora está cobrando de blogs que colocam vídeos embutidos (embed) em suas páginas. Bizarro.

Agora todo mundo vai ter que tirar os vídeos do YouTube dos seus blogs? Os donos do site Caligraffiti foram as primeiras vítimas do órgão, que mandaram uma carta cobrando R$ 352,59 mensais referente aos vídeos. Resultado? Tiveram que tirar o blog do ar pra ver como as coisas se resolvem.

Aqui vai o link da matéria: http://glo.bo/ecad-blogs


Que tal um curso de Introdução a Bancos de Dados na Universidade de Stanford GRÁTIS?

É isso mesmo. A Universidade de Stanford – de onde saíram empresas como a SUN (antiga dona do Java), além de Yahoo, HP, Cisco, Netscape e Google – está disponibilizando gratuitamente um curso de Introdução a Bancos de Dados. O curso será ministrado por Jennifer Widom, Ph.D. em Ciência da Computação na Cornell University em 1987, que ministra a disciplina na Universidade.

Além disso, você terá direito a um certificado emitido pelo instrutor (infelizmente não é emitido pela Universidade), onde estará registrado seu andamento. Dá uma boa levantada no currículo, né não?

Outros dois cursos também estarão disponíveis: Introdução à Inteligência Artificial e Aprendizagem de Máquina. Ambos também gratuitos.

Clique aqui para se inscrever no curso de Introdução a Bancos de Dados.

Os cursos serão ministrados no período de 10 de Outubro a 16 de Dezembro.


Como testar o servidor SMTP do Gmail no Ubuntu Linux com o sSMTP

Algumas vezes precisamos testar um servidor de SMTP para saber se ele realmente está funcionando, e identificar um eventual problema.

Precisei fazer isso e encontrei a solução nesse artigo. Para detalhes de uso do sSMTP, consulte-o.

Aqui vou dar apenas uma versão simplificada dele:

1) Abra o terminal (Menu Principal / Acessórios / Terminal)
2) Para atualizar os pacotes, digite:

sudo apt-get update

3) Para instalar o sSMTP, digite:

sudo apt-get install ssmtp

4) Para editar o primeiro arquivo de configuração, digite:

sudo gedit /etc/ssmtp/ssmtp.conf

Dentro do arquivo, coloque o conteúdo abaixo e salve:

FromLineOverride=NO
Mailhub=smtp.gmail.com:465
UseTLS=YES

5) Para editar o segundo arquivo de configuração, digite:

sudo gedit /etc/ssmtp/revaliases

Dentro do arquivo, coloque o conteúdo abaixo e salve:

root:seuemail@gmail.com:smtp.gmail.com:465

Lembre de substituir seuemail@gmail.com pelo seu e-mail verdadeiro

6) Digite:

sudo gedit email.txt

Dentro do arquivo coloque o conteúdo abaixo e salve:

To: email-destino@dominio.com
Subject: Testando meu sSMTP

Agora podemos escrever a mensagem a ser enviada.
Este e-mail é teste! Ignore!

Lembre-se de substituir email-destino@dominio.com pelo e-mail de destino verdadeiro.

7) Por último, para enviar o e-mail, digite:

ssmtp email-destino@dominio.com -auseu-email@gmail -apsua-senha < email.txt

Lembre de substituir email-destino@dominio.com pelo e-mail de destino verdadeiro.
Substitua -auseue-mail – substitua pelo seu e-mail do Gmail, porém não esqueça de colocar a opção -au antes;
Substitua -apsua-senha – substitua pela sua senha do Gmail, porém sem esquecer de colocar -ap antes;

Observação: Pule uma linha entre o assunto (subject) e a mensagem. Se na senha da conta utilizada tiver uma exclamação, ele não funciona. É só mudar para outra senha e testar novamente.

Caso haja algum erro, o servidor irá retorná-lo e irá aparecer no terminal.

8) Pronto. Agora é só ir na sua caixa de entrada e ver se o e-mail chegou.

O Gmail tem um limite diário de 100 mensagens enviadas pelo servidor SMTP.


Você acha o Google Maps e Google Earth legais? Veja o Badu Maps!

Muita gente se impressionou quando o Google Maps e Google Earth foi lançado. Os serviços são realmente muito interessantes.

Mas você já viu o Baidu Maps? O Baidu é o equivalente ao Google lá na China, e tem vários serviços similares. O Baidu Maps é um deles. Veja uma imagem do serviço abaixo:

Baidu Maps

Baidu Maps

Quem já jogou SimCity vai notar semelhanças :). Vendo assim parece até que o Google tá ficando pra trás.


Baixe as suas informações armazenadas no Google com o Google Takeout

O Google lançou ontem uma ferramenta que permite que você baixe as suas informações que estão armazenadas nos servidores da empresa.

Desde 2007 uma equipe chamada “Data Liberation Front” está trabalhando nisso, e finalmente a ferramenta foi disponibilizada. Os primeiros serviços que poderão ter seus dados exportados com o Google Takeout são: Google Buzz, o Google Contacts and Circles, Picasa, Google Profile e Google Stream.

Depois da autenticação, todos os dados são rapidamente baixados em um arquivo compactado (zip), que pode ser utilizado como backup dos seus dados.


20 melhores logos comemorativos do Google

Entrar no Google é uma tarefa corriqueira para muita gente, e de vez em quando ele te faz uma surpresa: ao invés do clássico logo do buscador, mostra uma marca comemorativa. Algumas bem inusitadas. Já foram publicadas centenas de marcas, sendo algumas para o mundo todo, e outra somente para um país ou um grupo de países. Fiz uma seleção das 20 melhores (na minha opinião).

Em primeiro lugar disparado, sem dúvida, está a do Pacman (come-come). O que tem de mais interessante nela é jogável! Isso mesmo! Você pode jogar Pacman com o logo do Google. A marca foi publicada no 21 de Maio de 2010 em todo o mundo em homenagem ao aniversário do jogo. Abaixo você pode visualizá-la. Clique na imagem e será redirecionado para a página especial. Clique em “Insert Coin” para jogar.

Google - Logo comemorativo: 30º Aniversário do Pacman (21/05/2010). Clique na imagem para jogar.

Google - Logo comemorativo: 30º Aniversário do Pacman (21/05/2010). Clique na imagem para jogar.

Google - Logo comemorativo: Descoberta do Raio-X (08/11/2010)

Google - Logo comemorativo: Descoberta do Raio-X (08/11/2010)

Google - Logo comemorativo: Dia da Terra (22/04/2010)

Google - Logo comemorativo: Dia da Terra (22/04/2010)

Google - Logo comemorativo: Aniversário dos Flintstones (30/09/2010)

Google - Logo comemorativo: Aniversário dos Flintstones (30/09/2010)

Google - Logo comemorativo: Centenário de Jacques Cousteau (11/06/2010)

Google - Logo comemorativo: Centenário de Jacques Cousteau (11/06/2010)

Google - Logo comemorativo: Aniversário do primeiro sundae documentado (03/04/2011)

Google - Logo comemorativo: Aniversário do primeiro sundae documentado (03/04/2011)

Google - Logo comemorativo: Invenção do Còdigo de Barras (07/10/2009)

Google - Logo comemorativo: Invenção do Còdigo de Barras (07/10/2009)

Google - Logo comemorativo: Comic-Con (23/06/2009)

Google - Logo comemorativo: Comic-Con (23/06/2009)

Google - Logo comemorativo: Eleições japonesas (30/08/2009)

Google - Logo comemorativo: Eleições japonesas (30/08/2009)

Google - Logo comemorativo: Dia dos pais (21/06/2009)

Google - Logo comemorativo: Dia dos pais (21/06/2009)

Google - Logo comemorativo: Aniversário da chegada do homem à Lua (20/06/2009)

Google - Logo comemorativo: Aniversário da chegada do homem à Lua (20/06/2009)

Google - Logo comemorativo: Aniversário de Charles Darwin (12/02/2009)

Google - Logo comemorativo: Aniversário de Charles Darwin (12/02/2009)

Google - Logo comemorativo: Aniversário da NASA (29/07/2008)

Google - Logo comemorativo: Aniversário da NASA (29/07/2008)

Google - Logo comemorativo: Dia da Terra (22/04/2008)

Google - Logo comemorativo: Dia da Terra (22/04/2008)

Google - Logo comemorativo: Aniversário do LEGO (28/01/2008)

Google - Logo comemorativo: Aniversário do LEGO (28/01/2008)

Google - Logo comemorativo: Aniversário de Van Gogh (30/03/2005)

Google - Logo comemorativo: Aniversário de Van Gogh (30/03/2005)

Google - Logo comemorativo: Dia da Austrália (26/01/2005)

Google - Logo comemorativo: Dia da Austrália (26/01/2005)

Google - Logo comemorativo: Halloween (31/10/2002)

Google - Logo comemorativo: Halloween (31/10/2002)

Google - Logo comemorativo: Aniversário de Picasso (25/10/2002)

Google - Logo comemorativo: Aniversário de Picasso (25/10/2002)

Google - Logo comemorativo: Dia de Martin Luther King (19/01/2002)

Google - Logo comemorativo: Dia de Martin Luther King (19/01/2002)

Veja todos os logos comemorativos já publicados clicando aqui!


Acompanhe vários blogs em um lugar só: o Google Reader

Não é uma coisa nova, mas mesmo assim é bem útil. O Google Reader permite que você acompanhe todos os seus blogs e sites preferidos sem ter que sair entrando em eles. O serviço utiliza RSS (ou RSS Feeds) para atualização dos dados, então desde que o site dê suporte a RSS, é possível inscrever no Reader. Tudo é organizado como se fosse um e-mail, parecido com o GMail. Veja abaixo:

Print Screen do Google Reader. Clique na imagem para ver em tamanho real.

Explicando a imagem acima:

  • No lado esquerdo você tem todos os sites que você se inscreveu. Você consegue se inscrever na maioria dos sites atuais – basta que eles tenham RSS (a maioria tem).
  • Você pode agrupar os sites em categorias, assim você se organiza melhor quando está inscrito em muitos sites.
  • Quando o site tem artigos não lidos, ele fica em negrito com o número de artigos a serem lidos entre aspas. Ex.: tiagopassos.com (7).
  • No lado direito você lê os artigos. A maioria dos sites permite que você leia o artigo completo diretamente pelo Google Reader (RSS).

Além disso tudo existem opções extras como “marcar com estrela”, que funciona como se fosse um “favoritos”, pra você guardar os artigos mais interessantes. Também é possível compartilhar por e-mail. Assim você manda – com muito mais facilidade – para todos os seus amigos um artigo que achou interessante.

Para se inscrever no blog tiagopassos.com, por exemplo, basta fazer os seguintes passos:

  1. Entre no Google Reader. Se você não tiver uma conta, crie uma.
  2. Clique no botão “Adicionar inscrição” (canto superior esquerdo)
  3. Digite o endereço: blog.tiagopassos.com e clique em adicionar.

Pronto. De agora em diante você pode acompanhar os artigos do blog diretamente pelo seu Google Reader. Você pode adicionar quantos sites e blogs que quizer.


  • Publicidade

  • Redes Sociais

    Facebook  Twitter
  • Projetos Paralelos

  • Estatísticas

    Page Views (desde março de 2010):

    Estatísticas detalhadas
  • Novidades por e-mail!

    Digite seu e-mail:


    Fique tranquilo. Seu e-mail não será usado para outros fins, e você poderá se descadastrar quando quizer.

    Eu!

    Tiago Passos
    Todo o conteúdo desse site esta licenciado sob a licença Creative Commons 3.0 (CC BY 3.0). Você pode copiar e modificar o conteúdo desde que cite o autor.
    iDream theme by Templates Next | Powered by WordPress