Servidor dedicado (VM) por US$5 ao mês!
Saiba mais sobre a DigitanOcean: Adeus Amazon (AWS)... Olá DigitalOcean!

Faça uma recarga de celular e ganhe R$10 de volta!

Tag: mozilla

Proteja sua privacidade e da publicidade excessiva com alguns plugins do Firefox

Há um tempo atrás estava em uma loja online procurando determinado produto. Encontrei, mas não gostei do preço e resolvi sair do site. Para a minha surpresa, durante vários dias, em vários sites diferentes, era exibida pra mim uma publicidade direcionada com exatamente o produto que eu decidi não comprar.

Não acho interessante que aquele produto que eu decidi não comprar seja empurrado para mim durante vários dias seguidos, violando minha privacidade e meu direito de escolha.

Big Brother is Watching...

Foi aí que resolvi tomar uma atitude e achar uma forma de reduzir o impacto dessa publicidade excessiva. De quebra, resolvi também pesquisar mais alguns para diminuir a chance de que pessoas saibam quais sites eu visito, já que isso diz respeito somente a mim.

Na minha pesquisa, encontrei três plugins interessantes:

  • Adblock Plus – Bloqueia a maior parte das propagandas, incluindo as do Google (as mais invasivas de todas)
  • HTTPS Finder – Quando o site tem a opção de usar HTTPS, ele troca automaticamente para esse padrão mais seguro. Isso ajuda, principalmente, a dificultar que pessoas que administram a rede que você utiliza, ou pessoas do seu provedor, saberem quais sites você entra.
  • RefControl – Quando você entra em um site, e dentro desse site, clica em um link para outro, o navegador passa para o segundo o endereço do site que você estava antes. Esse plugin impede que o navegador passe essa informação adiante.

Não sou contra a publicidade na internet – afinal, no meu blog tem! – já que é isso que sustenta a internet. O que sou contra é excesso de publicidade e invasão de privacidade.



Um em cada dez internautas usa o Google Chrome

O número de pessoas que utiliza o Google Chrome cresceu bastante, e às custas do Internet Explorer, da Microsoft, que vem perdendo gradativamente usuários com o passar dos anos. Agora 1 em cada 10 pessoas quase acessam a internet usa o novegador do Google.

Gráfico de Utilização dos Navegadores do Final de 2009 ao Final de 2010

Segundo as estatíticas fornecidas pela Net Applications, a utilização do Google Chrome, que estava em 9.3% em novembro, saltou para 10% em dezembro de 2010. O Chrome é um dos melhores veículos que o Google tem para desenvolver, explorar e promover novos recursos.

O Mozilla Firefox, em segundo lugar, ficou com 22.8% dos usuários. O Safari, da Apple, com foi de 5.6% a 5.9%, e o Opera com 2.2%. O crescimento do Safari, assim como o do Google Chrome, foi às custas do Internet Explorer, que caiu de 58.4% para 57.1%.

Fonte: CNET News


Por que o Linux Debian vem com o Iceweasel, e não com o Firefox?

Instalei o Debian 5.5 Lenny pela primeira vez e estranhei a falta do Firefox. Procurei por aí e finalmente descobri o que tinha acontecido com o Firefox, que é basicamente padrão na maioria das distribuições Linux.

O Debian é considerado uma das distribuições Linux que levam mais a sério o conceito de Software Livre, o que quer dizer que eles não vão colocar nenhum software que não possam alterar no pacote oficial. Só que a Mozilla Corporation é dona da marca do Firefox. Isso quer dizer que ninguém pode modificar o código e continuar chamando de Firefox. O código pode ser alterado como você quizer, mas a marca continua sendo deles. Isso criou um impasse legal. O Iceweasel na verdade é basicamente um Firefox “rebatizado”. Ele vem em inglês e com a busca do google em inglês. Saiba aqui como modificar para português do Brasil.

O Iceweasel foi incluido nos respositórios oficias do Debian no final de 2006. O nome na verdade é uma piadinha com o nome Firefox (Raposa de Fogo). Iceweasel seria algo como Doninha do Gelo.

O termo Iceweasel apareceu pela primeira vez quando Matt Groening (criador dos Simpsons) atribuiu ficcionalmente a seguinte a seguinte frase a Nietzsche: “Love is a snowmobile racing across the tundra and then suddenly it flips over, pinning you underneath. At night, the ice weasels come.” – Se alguem se arriscar a traduzir, poste nos comentários! 😛

Outros produtos apareceram depois seguindo a mesma lógica:

  • Icedove, um cliente de e-mail baseado no Mozilla Thunderbird;
  • Iceape, um pacote de softwares para internet baseado no Seamonkey. É basicamente um navegador, um cliente de e-mail e um editor de HTML (WYSIWYG);
  • Iceowl, um calendário baseado no Mozilla Sunbird.

Se você instalou o Debian e quer  deixar o Iceweasel em português, clique aqui.


  • Publicidade

  • Redes Sociais

    Facebook  Twitter
  • Estatísticas

    Page Views (desde março de 2010):

    Estatísticas detalhadas
  • Novidades por e-mail!

    Digite seu e-mail:


    Fique tranquilo. Seu e-mail não será usado para outros fins, e você poderá se descadastrar quando quizer.

    Eu!

    Tiago Passos
    Todo o conteúdo desse site esta licenciado sob a licença Creative Commons 3.0 (CC BY 3.0). Você pode copiar e modificar o conteúdo desde que cite o autor.
    iDream theme by Templates Next | Powered by WordPress